Mais um adeus: Hangeland de saída


A lista de jogadores dispensados pelo Fulham ganhou um nome de peso no começo desta semana. O zagueiro Brede Hangeland teve seu contrato rescindido após seis anos de serviços prestados - e de maneira que gerou polêmica. Segundo o norueguês, o aviso da saída veio por email. O clube nega.

O defensor de 32 anos comentou: "Eu fui avisado via email. Ninguém do clube veio falar comigo para discutir meu contrato ou meu futuro no clube. Após seis anos de trabalho e lealdade, e alguns destes anos como capitão, eu estou imensamente desapontado pela maneira como fui tratado. Acredito que posso oferecer muito ainda como jogador e vou olhar para o próximo capítulo em minha carreira".


O Fulham divulgou uma nota, via Twitter, negando a versão do zagueiro. "O clube gostaria de esclarecer que todo o protocolo pessoal foi seguido e que Brede Hangeland foi notificado da maneira correta", dizia o anúncio.

Hangeland era o último representante do time vice-campeão europeu em 2010, na era inesquecível comandada por Roy Hodgson. Ele foi contratado dois anos antes e foi uma das importantes peças na fuga do rebaixamento em 2007/08. Ao total, foram 272 jogos pelos Cottagers, incluindo todos os 16 na campanha da Liga Europa que acabou em derrota apenas na final, contra o Atlético de Madrid.

Com isso, já chega a dez o número de jogadores de saída do clube depois do rebaixamento para a segunda divisão nacional. Os anteriores foram Steve Sidwell, Damien Duff, John Riise, John Heitinga, Neil Etheridge, Derek Boateng, Mahamadou Diarra, Giorgos Karagounis e Matthew Briggs.

Fotos: Fulham FC