Heroico, mas ainda lanterna


Se a temporada do Fulham vem sendo desastrosa até aqui, pelo menos no último domingo os fãs puderam sentir orgulho do time comandado por Rene Meulensteen. Os Cottagers impuseram grande dificuldade ao Manchester United, no Old Trafford, e arrancaram, aos 48 do segundo tempo, um empate por 2 a 2. Mesmo assim, porém, o time seguiu na lanterna da Premier League, agora distante quatro pontos de sair do "inferno".

Contra um adversário em crise, Meulensteen resolveu inovar. O (ex-)capitão Brede Hangeland foi pro banco, deixando o jovem Dan Burn de titular na zaga ao lado do estreante John Heitinga. No meio, o jovem Ryan Tunnicliffe, contratado sem alarde na semana passada para o time de base, virou o winger pela direita. Mais atrás, William Kvist jogou e deixou Scott Parker como reserva. Na frente, Lewis Holtby e Muamer Tankovic começaram jogando - no segundo tempo, outro recém-contratado, Larnell Cole, também ganhou chance.

Sidwell: seis gols na temporada
Com essa escalação "diferente", os Whites saíram na frente logo em sua primeira chegada com perigo. Aos 19 minutos, Holtby encontrou Steve Sidwell - o novo capitão - livre na marca do pênalti. O volante tocou de primeira e abriu o placar. Depois do gol, o Fulham se fechou na defesa e o United iniciou uma pressão enorme. Van Persie isolou na pequena área; Carrick mandou à esquerda de Maarten Stekelenburg... No contragolpe, os londrinos estiveram próximos do segundo, mas Kieran Richardson finalizou muito mal uma boa jogada de Tankovic.

Na etapa final, Stekelenburg seguiu praticando milagres, com defesas à queima-roupa contra Rooney e Rafael. Foi assim até os 32 minutos: após bate-rebate, Mata chutou cruzado e Van Persie, "esquecido" na pequena área, empatou. Dois minutos depois, Richardson afastou mal um cruzamento e Carrick, na entrada da área, bateu com estilo pra virar o placar, 2 a 1.

Steke foi um dos grandes nomes Cottagers em OT
Faltando dez minutos pro fim, os Cottagers arriscaram tudo aos 48, a dois do final. Sidwell ganhou dividida de Carrick e encontrou Richardson pela esquerda; o camisa 15 bateu cruzado e De Gea deu rebote; na sobra, Darren Bent, que entrara no segundo tempo, cabeceou pra igualar tudo novamente. Final, 2 a 2.

Apesar da boa atuação e do bom resultado, a rodada não foi boa para os Whites. Crystal Palace e West Ham se distanciaram do Z3. Com 20 pontos, o Fulham precisa vencer o Liverpool, na próxima quarta, e ainda torcer contra o Cardiff, no mínimo, pra sair do último lugar. Não será nada fácil.

Manchester United: De Gea, Rafael (Valencia), Smalling, Vidic, Evra, Carrick, Fletcher (Januzaj), Young (Hernandez), Mata, van Persie e Rooney.
Fulham: Stekelenburg, Riether, Heitinga, Burn, Riise, Sidwell, Kvist (Cole), Richardson, Tunnicliffe (Parker), Holtby e Tankovic (Bent).

Fotos: Fulham FC

Confira os gols do jogo aqui. Ou, se preferir, os melhores momentos aqui.