Dia ruim para os cottagers no Mundial sub-20


A última rodada da fase de grupos do Mundial sub-20 não ficará na lembrança dos cottagers Tiago Casasola e Emerson Hyndman. O primeiro foi eliminado logo na primeira etapa do torneio, saindo sem nenhuma vitória nas três partidas. O segundo perdeu um pênalti e os Estados Unidos avançaram como segundos em seu grupo, levando uma goleada da Ucrânia.

O zagueiro Casasola foi titular na decisiva partida dos argentinos contra a Áustria. Os hermanos, maiores campeões da história do Mundial sub-20, precisavam vencer para seguir com chances, tiveram dois gols anulados, acertaram nove chutes no alvo, mas a precisão parou por aí. Tanto que Casasola foi substituído aos cinco minutos da etapa final para a entrada de um atacante.

Mesmo assim, com incríveis gols perdidos, os argentinos não conseguiram marcar. A Áustria, que basicamente só se defendeu, garantiu vaga no mata-mata com o segundo lugar do grupo B - Gana, que bateu o Panamá por 1 a 0, ficou em primeiro.

A noite não foi muito melhor para Emerson Hyndman, o Emmo, mesmo que os norte-americanos já tenham chegado à última rodada do grupo A garantidos nas oitavas-de-final. O time precisava de um empate para confirmar a liderança, mas apanharam feio da Ucrânia.


Os ucranianos abriram o placar numa bela cobrança de falta de Kovalenko, aos 11 minutos do segundo tempo. Pouco depois, os EUA tiveram um pênalti a favor, mas Emmo cobrou sem muita força e o goleiro ucraniano saltou para defender. E Kovalenko ainda piorou as coisas com mais dois gols, completando seu hat-trick, e o placar em 3 a 0 para a líder Ucrânia.

Com o segundo lugar da chave, os norte-americanos pegarão o vice-líder do grupo C. Hoje, antes da última rodada, seria a Colômbia.

Fotos: FIFA e reprodução/FIFA

Nenhum comentário:

Postar um comentário