Faltou futebol, sobrou transpiração: funcionou


O Huddersfield deu a impressão de que estaria mais próximo da vitória em praticamente toda a partida. Para sorte do Fulham, o futebol raramente é justo, e por isso mesmo, obteve uma crucial vitória por 3 a 1, pulou para o 17º lugar na tabela da Championship e manteve uma invencibilidade de mais de um mês na liga.

Kit Symons não inovou na escalação. O defensor Fernando Amorebieta, que jogara na rodada passada, dessa vez foi preservado até do banco - Kostas Stafylidis foi o lateral-esquerdo. Pela direita, Elsad Zverotic teve nova chance graças à lesão de Tim Hoogland.

Logo nos primeiros minutos, viu-se que o time visitante não se daria por satisfeito em esperar os Whites. Na melhor chance, Butterfield escapou em velocidade e, na frente de Marcus Bettinelli, chutou pra fora, aos 17.

Rodallega (E) abriu o placar no primeiro tempo
Curiosamente, na primeira chegada com perigo, os Cottagers abriram o placar aos 19 minutos. Num erro de domínio no campo de ataque do Huddersfield, Hugo Rodallega recuperou e tocou para Ross McCormack. O escocês devolveu pro colombiano em velocidade, e este mandou, de canhota, pro fundo do gol. Pouco depois, quase o segundo: McCormack recebeu de Williams e, frente a frente com o goleiro Smithies, deu uma cavadinha pra fora. No fim, o primeiro tempo acabou com mais posse de bola, mais escanteios e mais finalizações para os visitantes.

Na etapa final, o ritmo continuou o mesmo - o que mudou foi o clima, com uma bela chuva. Antes de enfim empatar, o Huddersfield perdeu duas ótimas chances: Butterfield cobrou falta na rede por fora, Coady, na pequena área, pegou mal e chutou sem direção, e Holt cabeceou por cima após lançamento na área. Assim, até que demorou para o time igualar, o que aconteceu aos 30 minutos: após cruzamento, Bettinelli saiu muito mal e Lynch, de cabeça, anotou o 1 a 1.

McCormack festeja com Burn e o resto do time
Para sorte do Fulham, quase não deu tempo de o Huddersfield saborear o empate. Aos 32, Rodallega entregou para Lasse Christensen, que deu um belo drible no defensor rival e tocou na saída de Smithies, 2 a 1. O gol acabou com o ânimo dos Terriers. Tanto que Rodallega chegou perto de anotar o terceiro, mas este veio pelos pés de McCormack. O camisa 44 recebeu do colombiano, ajeitou e acertou um chutaço no ângulo direito do gol. Conta fechada no Craven Cottage.

Com 19 pontos, os londrinos livraram três da zona de rebaixamento, além de aumentar para seis o número de rodadas de invencibilidade. Com a pausa da data FIFA, o próximo jogo é apenas no dia 21, quando o time visita o sexto colocado Brentford tentando manter essa boa série.

Fulham: Bettinelli; Zverotic, Bodurov, Burn e Stafylidis; Parker, Christensen, G. Williams (Dembele) e Ruiz (Eisfeld); Rodallega e McCormack.
Huddersfield: Smithies; Smith, Hudson, Lynch e Dixon (Ward); Hogg (Wells), Butterfield e Coady; Scannel, Bunn e Holt.


Fotos: Fulham FC

Nenhum comentário:

Postar um comentário