Defesa do City destroi defesa do Fulham


Com quatro gols marcados por volantes e um por zagueiro, o Manchester City confirmou seu favoritismo e aplicou 5 a 0 no cada vez mais lanterna e rebaixado Fulham, neste sábado, pela 31ª rodada da liga inglesa. Faltando agora oito jogos, resta torcer para um milagre na busca pela permanência na elite.

A escalação de Felix Magath dava uma boa noção do que seria a partida contra o virtual líder do campeonato. Eram quatro jogadores na linha defensiva, mais três volantes (sendo um deles Sascha Riether, improvisado), apenas dois armadores, bastante recuados, e o jovem Cauley Woodrow isolado na frente.

Com tantos jogadores atrás da linha da bola, os Cottagers dificultaram a vida dos mandantes durante todo o primeiro tempo. O goleiro David Stockdale marcou presença pra negar o gol a Milner aos 16 minutos, num chutaço da entrada da área. O time White também teve uma boa chance, mas Kieran Richardson mandou à esquerda de Hart após bom lance de Woodrow.

Toure (E): o nome do jogo
A arbitragem, porém, foi determinante na abertura do placar. Aos 23 minutos, o árbitro Jonathan Moss assinalou um duvidoso pênalti de Fernando Amorebieta em Negredo. Na cobrança, Yaya Toure fez 1 a 0. Mesmo em vantagem, o City seguiu em ritmo lento, com apenas mais uma ocasião na primeira etapa: Kolarov mandou uma bomba da esquerda e acertou o travessão.

O pequeno placar adverso deu uma certa esperança aos Cottagers, mas ela logo se dissipou aos sete minutos da etapa derradeira. Amorebieta se afobou, derrubou Silva na área, foi expulso e deu, de bandeja, mais um pênalti pros Citzens. Toure, de novo, teve calma na batida, 2 a 0. Só depois do segundo gol Felix Magath mexeu no time, colocando Lewis Holtby e Patrick Roberts - atacante de 17 anos estreando na EPL, tentando deixar a equipe mais ofensiva.

Amorebieta (D) expulso no começo do segundo tempo
Só que faltou perna. Com um a menos, o Fulham cansou de correr atrás e se tornou alvo fácil. Aos 20, Toure recebeu na entrada da área e finalizou com estilo, no canto esquerdo de Stockdale, pra marcar um hat-trick. Vinte minutos mais tarde, foi a vez de Fernandinho, após escanteio, acertar um chutaço e anotar o quarto. Por fim, nos acréscimos, Demichelis completou jogada pela direita e, na pequena área, deu números finais ao massacre: 5 a 0.

Os números, aliás, dizem muito sobre a campanha do Fulham nesta temporada. Com 24 pontos, é o que mais perdeu (21), o que mais levou gols (70) e o que tem o pior saldo (-40). São quatro pontos de distância para o primeiro livre do rebaixamento, o Crystal Palace. Na próxima rodada, o time recebe o Everton, em Londres.

Manchester City: Hart, Zabaleta, Demichelis, Lescott, Kolarov, Fernandinho, Toure (Rodwell), Milner, Nasri (Jovetic), Silva (Navas) e Negredo.
Fulham: Stockdale, Heitinga, Hangeland, Amorebieta, Riise, Sidwell, Kvist, Riether, Kacaniklic (Roberts), Richardson (Holtby) e Woodrow (Kasami).

Confira os gols do jogo aqui, direto do site do FOX Sports.