Sem brios, sem futebol, sem perspectivas


Anda repetitivo falar dos jogos do Fulham nesta Premier League. Nesta terça, o time levou 2 a 0 do Swansea, em Gales, e pode encerrar a rodada dentro da zona de rebaixamento. Além disso, chegou à incrível marca de 50 gols sofridos em 23 rodadas, a pior defesa em mais de 20 anos passados este número de jornadas. Pela oitava vez nestas 23 rodadas, a equipe foi pro intervalo com placar igualado em zero, mas acabou perdendo ao final.

Pro jogo com os Swans, Meulensteen mudou novamente todo o time. O time principal, poupado em Sheffield, voltou à ação. E até fez um bom primeiro tempo, embora tenha criado apenas duas ocasiões de gol. Foi quando Richardson cruzou e Hangeland, sem marcação, desviou de cabeça por cima da meta de Tremmel. A segunda veio com Dempsey, que obrigou o goleiro rival a espalmar uma finalização já perto do intervalo. O Swansea teve uma grande chance com Shelvey, que acertou o travessão pouco antes.

Os 45 minutos finais foram deprimentes para os fãs do time londrino. Apático, o Fulham recuou e deu campo ao Swansea, que partiu com tudo pra cima e encurralou os Cottagers na defesa. Como estamos falando da pior defesa disparada da liga, óbvio que a equipe não suportou.

Aos 15 minutos, Shelvey contou com a sorte - e com o azar do Fulham - pra abrir o placar. O meia chutou da entrada da área, a bola desviou em Hangeland e enganou Stekelenburg: 1 a 0. Como invariavelmente acontece, a desvantagem tirou toda a disposição dos comandados de Meulensteen.

Tanto que o segundo quase pintou pouco depois, não fosse uma defesaça de Stekelenburg em chute do canadense De Guzman. Pois foi o mesmo De Guzman que ajudou a definir a derrota dos visitantes. Aos 30, ele cobrou falta na cabeça de Chico Flores, que, adivinhem, contou com um pequeno desvio de Berbatov pra fechar o caixão Cottager no Liberty Stadium.

O dito "azar de rebaixado" deu as caras novamente. Não só isso: os péssimos números do time referendam a crítica situação em que o Fulham está. São 50 gols sofridos, dez a mais que a segunda pior defesa (do Cardiff); é o time que mais perdeu (16 vezes) e com o pior saldo (-28).

Pode piorar? Claro que sim. Depois de três derrotas seguidas, podem vir mais três: os adversários serão Southampton, em Londres, Manchester United, em Manchester, e Liverpool, novamente em Londres. Oremos.

Swansea: Tremmel, Rangel, Williams, Chico Flores, Davies, Britton, De Guzman (Pozuelo), Routledge, Hernandez (Dyer), Shelvey (Amat) e Bony.
Fulham: Stekelenburg, Riether, Hangeland, Burn, Richardson, Parker, Sidwell, Dejagah (Bent), Kacaniklic, Dempsey (Duff) e Berbatov (Tankovic).

Fotos: Fulham FC



swansea city 2-0 fulham - all goals and... por GoalsArenaa