Aonde vamos parar? Na Championship


Está se tornando repetitivo. Mais uma vez, o Fulham foi dominado em campo. Mais uma vez, quando teve chances de marcar, errou bisonhamente. A defesa falhou, fez até gol contra desta vez, e o time sofreu sua quinta derrota consecutiva. O algoz da vez foi o Swansea, que fez a festa no Craven Cottage ganhando por 2 a 1 e mantendo os Whites entre os rebaixados.

Martin Jol testou um time diferente do que havia levado 4 a 0 do Liverpool, há duas semanas. As principais novidades vieram na zaga, onde Senderos deu lugar a Hughes, e na marcação do meio-campo, com Boateng ocupando o lugar de Sidwell. Novidade também foi a braçadeira pela primeira vez com Parker, em substituição ao lesionado Hangeland.

Martin Jol (C): até quando no Fulham?
No primeiro tempo, os galeses chegaram a ter quase 70% de posse de bola. Mesmo assim, o time da casa criou duas grandes oportunidades, ambas com Bent. A primeira parou na trave e a segunda tirou tinta da meta de Vorm. Os visitantes tiveram uma grande chance com Dyer, que parou no reflexo de Stekelenburg.

Na segunda etapa, o Swansea começou em cima e, logo a dez minutos, abriu o placar. O interminável canadense De Guzmán foi à linha de fundo, cruzou e Hughes, de canela, surpreendeu Stekelenburg. Parecia mesmo obra do destino condenando o Fulham: o tão criticado Senderos, de atuações lamentáveis na temporada, dera lugar justamente a Hughes entre os titulares.

A reação do Fulham, porém, foi rápida. Aos 18, Ruiz cobrou escanteio curto para Parker, que cruzou e, sem querer querendo, acertou o ângulo de Vorm. Prêmio para o mais novo capitão Cottager, anotando seu primeiro gol pelo novo time.

Contudo, o dia não era dos londrinos. O Swansea continuou se aventurando e levando perigo na frente, até que, aos 35, Shelvey, que entrara no começo da etapa derradeira, fez jogada individual, ninguém marcou e o carequinha acertou o ângulo do goleiro dos Cottagers. A sina de tomar gols perto do fim se manteve.

Com dez pontos, no 18° posto, o Fulham terá confronto direto contra o rebaixamento no próximo sábado. Fora de casa, o adversário, em dérbi londrino, é o West Ham, que está exatamente uma posição acima dos Whites. Muito provavelmente com Jol ainda no comando.

Fulham: Stekelenburg, Zverotic, Hughes, Amorebieta, Richardson, Boateng (Sidwell), Parker (Taarabt), Ruiz (Kacaniklic), Kasami, Bent e Berbatov.
Swansea: Vorm, Rangel, Cañas, Chico, Davies, Williams, De Guzmán, Pozuelo (Alvaro), Lamah (Tiendalli), Dyer (Shelvey) e Bony.

Confira os gols de mais uma derrota white aqui, direto do site do Fox Sports.