Humilhação: Fulham leva 4 a 0 e vê zona de rebaixamento mais próxima

Skrtel (37) abriu o placar cedo em Anfield
Perder para o Liverpool em Anfield não é para o Fulham uma grande novidade. Tanto que, antes da temporada passada, os Cottagers jamais haviam vencido na casa dos Reds. Porém, o que vimos neste sábado pode entrar para o roll de show de horrores. Com uma atuação lastimável, o time de Martin Jol levou 4 a 0, consolidou sua defesa como uma das piores da liga e vê agora a zona de rebaixamento cada vez mais de perto.

Com os desfalques de Sidwell, suspenso, e Duff, vetado no vestiário, Jol optou por uma escalação mais defensiva. Dejagah, Richardson e Kacaniklic davam suporte à marcação no meio, deixando Berbatov isolado no ataque. A estratégia, como veremos, foi por água abaixo rapidamente.

Logo aos oito minutos, depois de escanteio, Hangeland não achou a bola e Skrtel, sozinho, não teve problemas em finalizar no canto esquerdo do gol, 1 a 0. Pouco depois, Downing chutou de longe e levou perigo à meta de Schwarzer. Perdido em campo, o time dos Whites errava passes em demasia, não chegava e não marcava.

Deste jeito, as chances dos Reds foram se empilhando. Aos 24, um bate-rebate terminou com Agger, na pequena área, mandando a bola por cima do gol. Mais 11 minutos e veio o segundo gol: Downing deu ótimo passe para Gerrard, que se infiltrou na área e bateu na saída do arqueiro australiano, 2 a 0. Ainda antes do intervalo, Suso e Suarez criaram chances para ampliar.
Downing (C) voltou a marcar após longo jejum
Na etapa final, Jol mandou Rodallega a campo, mas mesmo tentando adiantar a marcação de sua equipe, viu o Liverpool matar o jogo cedo. Com seis minutos, Gerrard passou para Downing, que mandou uma bomba da entrada da área e encerrou um jejum de mais de um ano sem anotar um gol na Premier League.

Com 3 a 0, o ritmo dos mandantes diminuiu, mas as oportunidades seguiram aparecendo ocasionalmente. Shelvey, Downing, Gerrard e Suarez pararam na falta de pontaria ou na agilidade de Schwarzer. Na única oportunidade dos londrinos, Rodallega cobrou uma falta na trave, aos 45 minutos. A resposta veio com gol: dois minutos depois, Enrique foi à linha de fundo e tocou para Suarez encerrar o placar em 4 a 0.

Uma vitória nos dez últimos jogos. Uma defesa que já levou 33 gols, superior apenas à do lanterna Reading. Saldo de gols, que começou em cinco positivo, já caiu para cinco negativo. Com esses números, não há dúvida de que Martin Jol terá de promover mais um “Great Escape” para o restante da temporada - são apenas cinco pontos acima do Wigan, 18°colocado. O próximo desafio é o Southampton, em Londres, na sexta.

Liverpool: Reina, Johnson, Agger, Skrtel, Enrique, Lucas (Carragher), Gerrard, Shelvey (Allen), Downing, Suso (Sterling) e Suarez.
Fulham: Schwarzer, Riether, Hughes, Hangeland, Riise, Baird, Karagounis, Richardson (Frei), Dejagah, Kacaniklic (Rodallega) e Berbatov.

Confira os gols do jogo aqui, direto do site TV Golo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário