Ataque funciona e Fulham vence segunda consecutiva

Rodallega marcou contra o ex-clube
Com um futebol consistente e eficaz, o Fulham conquistou, neste sábado, sua primeira vitória fora de casa nesta temporada do Campeonato Inglês. Em Wigan, contou com gols de Rodallega e Duff para bater os mandantes por 2 a 0, e de quebra saltar para o sexto lugar na tabela. Como se não bastasse, também encerrou a rodada com o melhor ataque da liga, ao lado do Manchester United, com 12 gols marcados.

O técnico Martin Jol manteve o mesmo time que batera o WBA na rodada passada, com Rodallega e Berbatov no comando de ataque - deixando os recuperados Petric e Ruiz no banco de reservas. E, desde o começo, o time mostrou a que veio.
Cena curiosa: juiz Lee Probert foi derrubado após dividia no primeiro tempo
Aos 18 minutos, a primeira oportunidade de gol: Rodallega aproveitou cruzamento de Berbatov e exigiu agilidade do goleiro Al Habsi. O lance se repetiu mais tarde e com mais efetividade. Foi aos 31 minutos. Pela direita, Berbatov cruzou na cabeça de Rodallega, que estufou a rede do Wigan e, em respeito ao ex-clube, não comemorou o gol. A resposta da equipe local veio sete minutos depois: Gomez acertou na trave em uma finalização da entrada da área.

O Wigan começou o segundo tempo disposto a empatar o confronto. Logo a dois minutos, Gomez dividiu com Schwarzer e empurrou pro gol, mas o lance foi invalidado por impedimento. Depois, Koné arrancou, venceu Hughes na corrida e parou no goleiro cottager, que fechou perfeitamente o ângulo. A melhor chance veio aos 19: McCarthy bateu de primeira, Schwarzer espalmou e, no rebote, Boselli errou o gol de forma inacreditável.
Duff matou o jogo ao marcar para o Fulham
E quem não faz, leva. A velha máxima do futebol se fez presente três minutos depois do gol perdido pelo Wigan: Ruiz, que entrara pouco antes, ganhou da marcação e rolou para Duff chegar batendo, de pé direito, pro fundo do gol - 2 a 0. A partir daí, os Whites, que na verdade estavam com sua camiseta preta, aproveitaram para administrar o placar. De tanto rondar a área, os donos da casa foram recompensados aos 46 minutos, quando Koné superou Riise na agilidade após escanteio e descontou. Mas era tarde demais para o Wigan.

O Fulham chegou a nove pontos e terminou o dia na excepcional sexta posição. O próximo desafio promete ser duro para os Cottagers: é o Manchester City, em Londres, no próximo final de semana.

Wigan: Al Habsi, Boyce (McManaman), Caldwell (Miyaichi), Ramis, Figueroa, Gomez (Boselli), McCarthy, Watson, Beausejour, Maloney e Koné.
Fulham: Schwarzer, Riether, Hughes, Hangeland, Riise, Baird, Sidwell, Kacaniklic (Ruiz), Duff, Rodallega (Briggs) e Berbatov.

Um comentário:

  1. Parabéns ao Fulham. Rodalega jogou d+. Legal ele não comemorar...

    http://topfiveuk.blogspot.com.br/2012/09/glentoran-mete-3-e-afunda-lisburn.html

    ResponderExcluir