Atuação apática e derrota merecida: Wolves 2 a 0


Cottagers foram atropelados no estádio Molineux
Vamos fingir que este jogo nunca aconteceu. É o melhor jeito de resumir a partida entre Wolverhampton e Fulham, neste domingo, pela segunda rodada da Premier League. Na pior atuação desde a chegada de Martin Jol, os Whites levaram 2 a 0 na casa dos Wolves, escapando de sofrer uma goleada.


Jol novamente utilizou a trinca de zagueiros entre Hughes, Senderos e Hangeland, com o primeiro improvisado na lateral. Bobby Zamora, com um desconforto muscular, foi poupado e sequer ficou no banco. Assim, Dempsey e Andy Johnson estiveram no comando de ataque.
Kasami teve atuação apagada
A primeira - e única - chegada do Fulham no primeiro tempo veio logo aos nove minutos, mas Duff pegou fraco na bola e Hennessey praticou fácil defesa. Depois disso, um massacre dos donos da casa. Aos 28, Hangeland perdeu a bola para Doyle, que passou por Schwarzer mas chutou por cima. Depois, O'Hara arriscou de longe e o goleiro australiano mandou para corner.

A pressão enfim deu resultado aos 42 minutos. Após escanteio, a bola foi para Doyle, que ganhou de Kasami e bateu de canhota, na pequena área, para abrir o placar. Três minutos depois, o Wolverhampton ampliou num vacilo do arqueiro cottager. O camisa 1 saiu mal da meta, a bola foi cabeceada na trave e, no rebote, Jarvis finalizou: 2 a 0.
Dempsey também pouco fez
O manager dos Whites promoveu duas trocas para a etapa final, com Sidwell e Dembele entrando nos lugares de Etuhu e Kasami. Pouco adiantou. O time local continuou acumulando chances: Jarvis bateu sem direção, Doyle fez Schwarzer espalmar uma bola para escanteio, O'Hara atirou por cima, Fletcher finalizou à esquerda do gol, Hunt girou sobre Hangeland e exigiu ótima defesa do australiano...

A única oportunidade real de gol do Fulham no segundo tempo ocorreu aos 34 minutos, num chute cruzado de Johnson que Hennessey espalmou. Na sobra, Dembele não conseguiu alcançar. E foi só: Wolves 2 a 0.

Na próxima quinta, os comandados de Jol vão jogar contra o Dnipro, na segunda partida dos playoffs da Liga Europa. Com a vantagem de ter vencido em Londres por 3 a 0, o Fulham pode até perder por dois gols de diferença para alcançar a fase de grupos. Enquanto isso, na Premier League, a equipe ocupa uma das últimas posições, ainda sem ter feito gols.

Wolverhampton: Hennessey, Stearman, Johnson, Berra, Ward, O'Hara, Henry, Hunt (Foley), Jarvis (Kightly), Doyle e Fletcher (Elokobi).
Fulham: Schwarzer, Hughes, Senderos, Hangeland, J. Riise, Etuhu (Sidwell), Murphy, Kasami (Dembele), Duff, Dempsey e Johnson.

Fotos: Fulham FC
Você confere alguns lances do jogo aqui, no site TV Golo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário