Repercussões: Fulham 4-2 Reading


Uma grata surpresa e uma grande alegria. Assim foi a reação dos torcedores do Fulham que olharam os primeiros 49 minutos de jogo contra o Reading, na última rodada da Championship, e confrontaram a péssima atuação neste período com o resultado final de 4 a 2 sobre o Reading. Para o técnico Kit Symons, um momento de alívio em meio ao furacão de pedidos que ele saísse do comando do time graças aos resultados recentes.

"Foi muito bom. Nós precisávamos conseguir uma vitória e fizemos isso. Preferia de um modo um pouco mais fácil, mas estou muito feliz de conseguir três pontos e marcar quatro muito bons gols", resumiu o galês. Mesmo assim, o treinador garantiu "não estar iludido" e ressaltou a necessidade de "manter a coerência, e às vezes simplesmente obter o resultado".

Symons ficou satisfeito com o "Fulham agressivo" do segundo tempo
Moussa Dembele, destaque do jogo com dois gols - em especial o último, em bela tabela com Ross McCormack -, recebeu atenção de Symons em sua coletiva após a vitória. E chamou a atenção para a aposta no francês: "Olhando apenas as suas estatísticas ou algo assim, você não iria coloca-lo (no time). Os números não eram particularmente bons, mas eu sei o que ele pode fazer. Há mais do que isso", ressaltou.

"Ele está mostrando do que é capaz. Ele é uma ameaça, tem ritmo e poder de fogo, que é o que as pessoas querem em atacantes no futebol hoje", elogiou Symons. Dembele tem cinco gols na Championship, sendo o vice-artilheiro do time - McCormack tem seis.

Sobre a pressão que vinha sofrendo por não vencer nas rodadas anteriores, e a possibilidade de o presidente Shahid Khan demiti-lo, Symons afirmou que "ele está ciente do que podemos fazer, mas, em última análise, na Championship você é julgado por resultados. A maioria das pessoas é realista, é difícil jogar em alto nível 90 minutos semana após semana".

O manager ainda destacou a substituição feita no primeiro tempo, após a lesão de Jazz Richards. Symons colocou Alex Kacaniklic, jogando os Whites para cima. "Eu estava bastante satisfeito com o banco. Pensei que era a hora de uma substituição agressiva". Sobre o lateral, o técnico disse que se trata de uma lesão muscular por dores na panturrilha, e acredita não ser grave.

Fotos: Fulham FC

Nenhum comentário:

Postar um comentário