Péssimo jogo, resultado ruim e pressão para Kit Symons


Pela quarta partida seguida, os torcedores cottagers não sabem o que é comemorar uma vitória. Enquanto todos pensavam que o time iria deslanchar após a goleada sobre o QPR, o que se vê a cada rodada é o Fulham cada vez mais longe da zona de classificação aos playoffs. Mesmo enfrentado um Leeds United brigando na parte de baixo da tabela e que conquistou apenas uma vitória nos últimos cinco jogos, os Whites fizeram uma péssima apresentação em Craven Cottage e o empate por, devido às cirscunstâncias, acabou sendo lucro.

Dos 11 jogadores que começaram como titulares contra o Leeds, o goleiro Joe Lewis foi a única novidade, substituindo o lesionado Andy Lonergan, comparado ao time que enfrentou o Boro na rodada passada. Mas a equipe não foi nem sombra daquela que conquistou um bom empate contra um dos melhores times da Championship.
Dembele vem se destacando mesmo com o mau momento vivido pelo ataque
Apesar de ter saído atrás do placar, os visitantes eram melhor em campo, tanto que na jogada anterior ao gol, Lewis fez grande defesa à queima-roupa após conclusão de Stuart Dallas. Aos 23, na melhor chance até então, Moussa Dembele ganhou de dois marcadores e chutou por baixo do goleiro Marco Silvestri, 1 a 0.
O time do Leeds demonstrou não ter sentido o gol e continuou melhor na partida, mas a falta de pontaria e o goleiro Lewis levaram o Fulham a descer para os vestiários com a vitória parcial.
A conversa com Kit Symons parece ter sido boa no intervalo, visto que o time voltou melhor pra segunda etapa, com Lasse Vigen Christensen e Luke Garbutt desperdiçando boas chances. Mas o bom momento durou pouco, o adversário se encontrou na partida e o inevitável aconteceu. Aos 19, após escanteio, a bola acabou tocando na mão de Ben Pringle e o árbitro assinalou pênalti. Chris Wood bateu mal, Lewis acabou tocando na bola, mas não foi o suficiente pra impedir o gol.

Symons colocou Ryan Fredericks e Alex Kacaniklic nos lugares de Pringle e Christensen, respectivamente. Mas as alterações surtiram pouco efeito e quem seguiu melhor na partida foi a equipe do Leeds, que justiça seja feita, merecia ter saído com a vitória. No fim, o goleiro cottager acabou sendo o grande responsável pelo Fulham ter conquistado ao menos um ponto.
Lewis acabou sendo o responsável por garantir ao menos o empate
Desde a expulsão de Tom Cairney contra o Wolverhampton, o que se viu foi uma queda brusca de rendimento do meio-campo e ataque. Symons segue insistindo numa formação que já mostrou não estar dando certo, sendo que a única coisa que se viu nesses últimos jogos é que a volta para a Premier League está cada vez mais distante.

Posicionado no 13º lugar da Championship, com 14 pontos - sete a menos que o sexto Middlesbrough, os Cottagers voltam a campo no sábado. Novamente em Londres, o adversário será o Reading, terceiro na tabela, às 10:30h (DF).
Fulham: Lewis; Jazz Richards, Stearman, Burn, Garbutt; Christensen (Kacaniklic), Tunnicliffe, O'Hara, Pringle (Fredericks); McCormack, Dembele (Woodrow).
Leeds: Silvestri; Byram, Sol Bamba, Cooper, Berardi; Dallas (Phillips), Adeyemi, Murphy (Botaka), Cook; Antenucci, Wood (Buckley).


Fotos: Fulham FC

Nenhum comentário:

Postar um comentário