Internacionais Cottagers: Gales, de Richards, na Euro


O lateral-direito galês Jazz Richards tem motivos de sobras para comemorar após a partida da sua seleção contra a Bósnia-Herzegovina no sábado. Mesmo com a derrota por 2-0, os galeses comemoraram a classificação para a Eurocopa 2016, já que Chipre venceu Israel e sendo assim não podem mais ser alcançados na segunda posição na classificação do grupo B. Com isso, Gales volta a disputar uma competição importante desde a Copa do Mundo de 1958.

Pelo grupo F, no domingo, o volante Sakari Matilla atuou durante todo o jogo no empate de 1-1 da Finlândia contra a Irlanda do Norte, em Helsinki. A partida não tinha importância para os finlandeses, já que, após o empate com a Romênia, a equipe não tinha mais chances de classificação. O goleiro Jesse Joronen ficou no banco de reservas.

Ainda pelo Grupo F, Kostas Mitroglou e a Grécia terminaram sua decepcionante participação nas eliminatórias com uma vitória de 4-3 sobre a Hungria, mas o que não impediu que os gregos terminassem na última posição do grupo. Mitroglou jogou os 90 minutos e marcou o terceiro gol da sua seleção. Quem marcou o primeiro gol da partida foi Kostas Stafylidis, que atuou por empréstimo em Craven Cottage na temporada passada. A partida ainda contou com outros dois ex-jogadores Cottagers: Zoltan Gera e Gabor Kiraly foram titulares da seleção húngara.

Já pelas eliminatórias da Eurocopa Sub-21, Lasse Vigen Christensen foi o capitão da Dinamarca no empate sem gols contra Gales, enquanto Jordan Evans começou no banco e entrou no decorrer da partida pelos galeses.

Sean Kavanagh foi titular na vitória por 3-0 da Irlanda do Norte sobre a Lituânia, sendo o responsável pela assistência no terceiro gol da equipe. O próximo desafio dos irlandeses será contra a Itália.

No grupo 6, a Estônia, de Mattias Kait, que atuou a partida toda, teve um jogador expulso logo aos oito minutos e acabou sofrendo uma goleada de 5-0 da Suécia. Pra piorar, a Estônia acabou ficando em último lugar, com apenas um ponto.

Emerson Hyndman atuou por 64 minutos pela seleção sub-23 dos EUA na derrota por 2-0 para Honduras na semifinal do pré-olímpico. Os americanos ainda têm a chance de classificação para os Jogos Olímpicos do Rio em 2016, mas precisam vencer o duelo contra o Canadá pelo terceiro lugar e assim disputar um playoff contra a Colômbia.

Na sexta-feira, Adam Taggart começou como titular pela seleção da Austrália sub-23 na derrota por 2-0 contra a Coréia do Sul. Cameron Burgess ficou no banco de reservas. Pra finalizar, Tayo Edun entrou no segundo tempo da expressiva vitória de 8-0 da Inglaterra sub-17 sobre a República Democrática do Congo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário