Fulham detona QPR e volta a sonhar com top-6


Uma noite mágica. Assim os fãs whites podem tranquilamente definir o que viram no Craven Cottage após o time fazer 4 a 0 sobre o Queens Park Rangers, podendo até ser mais, e chegar ao 11º lugar na tabela da Championship. Assim como contra o Blackburn, uma blitz inicial foi determinante, mas, desta vez, o time manteve a intensidade nos 90 minutos e construiu o largo placar.

Kit Symons, como esperado, promoveu os retornos de Tom Cairney e Jamie O'Hara no meio-campo. Em contrapartida, sem Jazz Richards, a alternativa foi Ryan Fredericks, fazendo sua primeira partida diante do torcedor do Fulham.

Segundo gol para Dembele (C) na Champ
O começo de jogo foi fantástico. Aos três minutos, Jim Husband cruzou na medida da esquerda para Moussa Dembele, que subiu sozinho e não deu chances a Green: 1 a 0. Mais tarde, em duas ocasiões, Cairney foi derrubado na área após escanteios, mas o árbitro Kevin Friend ignorou. O QPR respondeu apenas uma vez, numa conclusão sem direção de Luongo, mas foi só.

Canhotaço de Pringle rendeu o terceiro gol
E, aos 19, os cottagers responderam a esta chegada com mais um gol. Ben Pringle foi mais esperto que a zaga rival, roubou a bola na intermediária, avançou e chutou no canto esquerdo do goleiro, 2 a 0. Aos 31, mais um: Ross McCormack começou o lance, tabelou com Cairney, recebeu de volta e, na canhota, fez a festa dos fãs locais. Golaço!

No segundo tempo, o ritmo diminuiu, mas o QPR nunca esteve próximo de ameaçar o triunfo do Fulham. Tanto que o primeiro lance de perigo mesmo foi dos cottagers, quando Green negou a Cairney o que seria um belo gol após corta-luz de McCormack. Mas, aos 18, não teve jeito. Fredericks, na linha de fundo, cruzou para Dembele, que não conseguiu concluir. A bola bateu no travessão e sobrou limpa para McCormack fazer seu segundo na noite, o quarto dos whites.

McCormack foi o artilheiro da noite
O derby estava tão fácil que o time de Symons se deu ao luxo de perder ainda três gols. Cauley Woodrow, Key Voser (ambos entraram na etapa final) e Pringle viram seus chutes passarem rente à trave. No fim, 4 a 0, e muitos aplausos para a melhor atuação cottager na temporada.

O desafio é manter o ritmo na terça-feira, quando o Fulham volta a campo pela Champ. Novamente em casa, o rival será o Wolverhampton.

Fulham: Lonergan; Fredericks (Voser), Ream, Stearman e Husband; O'Hara (Christensen), Tunnicliffe, Pringle e Cairney; Dembele (Woodrow) e McCormack.
QPR: Green; Perch, Angella, Onuoha e Konchesky; Henry, Faurlin, Phillips, Chery (Mackie, depois Fer) e Luongo; Austin (Tozser).



Fotos: Fulham FC

Nenhum comentário:

Postar um comentário