Repercussões: Huddersfield + Preview: Sheffield Utd


Como já sabemos o Fulham segue sem vencer nesse início de competição. No último sábado, os Whites empataram com a equipe do Huddersfield em Craven Cottage, mostrando que atuar em casa não tem sido um fator favorável.

Ao menos dessa vez o gol nos minutos finais de jogo salvou o Fulham da derrota. E o técnico Kit Symons espera que isso seja sinal de que coisas melhoras possam vir daqui pra frente. “Eu particularmente não acho que tenha sido um bom jogo para nós. Eu senti que o primeiro gol poderia ser fundamental, mas por sorte conseguimos voltar para o jogo (ao levar 1 a 0). Talvez fazendo um gol nos minutos finais ao invés de sofrer, possa nos dar um pouco de sorte que precisamos para continuar”, destacou.


Hutchinson deixou o campo nos primeiros minutos contra o Huddersfield
Segundo Symons, o time precisa “mais do que tudo de um pouco de sorte. Tivemos um jogador (Sakari Matilla) contundido no aquecimento e perdemos (Shaun) Hutchinson por lesão depois de cinco minutos. Contratamos (Luke) Garbutt por empréstimo e ele se machucou no seu primeiro jogo amistoso. Precisamos de algo para seguir adiante”.

Sobre reforços, o técnico afirmou que o clube ainda segue em busca de novos jogadores, mas precisam ser os jogadores certos. “Tem certas coisas que nós precisamos, o presidente tem sido muito favorável. Isso é sobre contratar os jogadores certos. Eu estou confiante. Estamos olhando vários jogadores, me disseram que temos negócios próximos de serem fechados, mas até os jogadores realmente assinarem, temos um milhão de milhas de distância”, referenciou.

Já para falar com os torcedores, o nosso técnico fugiu um pouco do clichê: “Todos dizem para ser paciente, dar-nos um tempo, esse tipo de coisas. Eu poderia dizer o mesmo, mas as pessoas fazem o querem fazer. Quer dizer, eu sempre vou fazer as coisas certas para esse clube, eu sempre fiz e sempre vou fazer”.

Reforço para o gol 


O goleiro Joe Lewis foi anunciado hoje como o mais novo reforço Cottager. O jogador de 27 anos estava no Cardiff e chega por empréstimo de uma temporada, para suprir a ausência de Marcus Bettinelli, que lesionou os ligamentos do joelho na partida contra o Hull City e ficará um longo período longe dos campos.
Seu melhor momento na carreira foi no Peterborough. Após quase 200 jogos pelos Posh, o arqueiro se transferiu para o Cardiff, mas pouco jogou pelos Bluebirds. Na última temporada, atuou por empréstimo pelo Blackpool e esteve em campo no empate contra o Fulham, em Londres.


“Tudo aconteceu muito rápido. Obviamente Marcus (Bettinelli) se machucou, o clube viu que foi algo ruim e agiu para obter alguma cobertura. Temos um potencial real aqui. O Fulham esteve recentemente na Premier League e eu sinto que o clube está pronto para voltar, então espero que eu possa ser parte de algo que vai nos levar até lá”, comentou o goleiro que deve ser reserva de Andy Lonergan durante a ausência de Bettinelli.


Preview: Fulham vs Sheffield United

Em fevereiro do ano passado, Blades eliminaram os Cottagers da FA Cup
Novamente não há muito tempo para o Fulham treinar mais e tentar corrigir os erros apresentados neste começo de temporada. Nesta terça, o time volta a campo para encarar o Sheffield United, pela segunda fase da Capital One Cup, a Copa da Liga inglesa. A partida será em Craven Cottage, às 15h45 (de Brasília).

Com uma sequência já forte de dois jogos por semana, é possível que Symons poupe alguns de seus jogadores. Além disso, o número de desfalques é grande. Shaun Hutchinson e Sakari Matilla sentiram lesões musculares no fim de semana e são dúvidas. Já fora estão Scott Parker, Luke Garbutt, Fernando Amorebieta e Jack Grimmer, sem falar nos que ainda desfalcarão o time por alguns meses, como Bettinelli, Matt Smith e George Williams.

Nos Blades, as dúvidas são o zagueiro Neil Collins e o meia Stefan Scougall, que se recuperam de lesões. O time é basicamente o mesmo que foi semifinalista da última Copa da Liga.

Em Copas, o histórico deste confronto é totalmente favorável para os visitantes desta terça. Em dez duelos por Copa da Liga ou Copa da Inglaterra, o United venceu sete e empatou um. No último jogo entre eles, pela FA Cup 2014, os Blades venceram em Londres por 1 a 0, na prorrogação. Porém, a favor dos Cottagers está o histórico de que em apenas uma ocasião, desde 1990, o time foi eliminado em casa na Copa da Liga contra um rival de divisão inferior (em 2006, contra o Wycombe). O Sheffield está na League One - e tem até agora três vitórias e uma derrota.

Fotos: Fulham FC e BBC

Nenhum comentário:

Postar um comentário