Gols no começo, pênalti salvo e Woodrow matador


Quem viu os 15 primeiros minutos de Rotherham e Fulham, no último sábado, no estádio New York, não imaginaria um fim de jogo tão agitado quanto tivemos. Os londrinos abriram 2 a 0, tiveram chance de fazer até mais, e no segundo tempo sofreram um gol, viram o rival perder um pênalti e, no último lance, o gol do alívio veio, como na semana passada, por Cauley Woodrow. Assim foi o triunfo de 3 a 1 dos Cottagers, agora no 14º lugar da Championship.

Kit Symons mudou em três posições o time em relação à vitória sobre o Sheffield United, pela Copa da Liga. Um dia depois de ser anunciado, Jim Husband já assumiu a lateral-esquerda, enquanto Tom Cairney e Jamie O'Hara retornaram à titularidade.

Pringle não quis saber de evitar celebrações
Aos sete minutos, a lei do ex apareceu no estádio dos Millers. Jazz Richards cruzou da direita, Moussa Dembele cabeceou e o goleiro fez defesa parcial; na sobra, Ben Pringle, ex-Rotherham, empurrou para as redes. E nada de evitar comemorações contra o antigo time. Pouco depois, McCormack quase dobrou a vantagem, mas parou no goleiro Collin. O gol do escocês viria aos 16 minutos, após Husband ir à linha de fundo e ser derrubado. Pênalti convertido pelo capitão do time, em seu segundo gol na temporada e o primeiro na Champ.

Os Millers ainda teriam um gol anulado no primeiro tempo, com Harris, que desviou uma bonita bicicleta de Green em posição irregular. Se a etapa inicial fora bem agitada, o segundo tempo foi ainda mais emocionante para os oito mil fãs presentes - e cerca de 700 Cottagers. Harris foi derrubado na área por Richards aos dez minutos. Pênalti que Andy Lonergan salvou com uma bela defesa em seu canto direito no chute de Derbyshire.

Lonergan fez o que Marcus Bettinelli mais gosta de fazer: defender pênaltis
O desconto veio aos 27 minutos: Dan Burn saiu jogando errado e a bola chegou em Clarke-Harris, que mandou um canhotaço de fora da área e diminuiu o escore. Os locais criariam uma nova chance, que iria para fora, antes de o Fulham matar o jogo no quarto minuto de acréscimo (de sete). O'Hara fez linda jogada individual, passou pela marcação e tocou para Woodrow, que entrara no lugar de Dembele, finalizar no canto direito do goleiro: 3 a 1.

A segunda vitória seguida na temporada dá novos ânimos para o time de Londres. Na Champ, agora com cinco pontos, a equipe se distanciou um pouco da zona de rebaixamento. O próximo compromisso agora é apenas no dia 13, graças à parada para a data Fifa. Os Whites receberão o Blackburn, no Craven Cottage.

Rotherham: Collin; Buxton, Halford, Collins e Richardson (Ledesma); Green, Smallwod, Maguire (White) e Newell (Ward); Clarke-Harris e Derbyshire.
Fulham: Lonergan; Richards, Ream, Burn e Husband; O'Hara, Tunnicliffe, Pringle (Kacaniklic) e Cairney; Dembele (Woodrow) e McCormack (Christensen).



Fotos: Fulham FC

Nenhum comentário:

Postar um comentário