Fulham confirma ambição de ampliar Cottage


O estádio Craven Cottage, atualmente com capacidade para pouco mais de 25 mil torcedores, passará por um processo de ampliação de sua capacidade para 30 mil, provavelmente a partir do ano que vem. Foi o que confirmou Alistair Mackintosh, CEO do Fulham, nesta quarta-feira.

A ideia é ampliar o setor de Riverside Stand que, como o nome diz, fica ao lado do Rio Tâmisa. Para que isso seja possível, o clube teve de adquirir parte do terreno do rio, o que foi obtido não sem uma certa surpresa, garantiu Mackintosh. "Nós tivemos muito progresso nas últimas duas ou três semanas. Em primeiro lugar, conseguimos com o porto de Londres a licença para trabalhar sobre o rio, e conseguimos comprar um pedaço grande do Tâmisa, o que não é algo que estávamos certo de que poderíamos fazer", revelou.

Riverside Stand atualmente
O diretor ressaltou que o projeto é de longo prazo, e o fato de atualmente o Fulham não estar na Premier League não é ponto que impeça a ampliação e reforma do estádio. "Não importa qual a divisão em que estamos. Estamos avançando na direção de condições de planejamento que nos permitirá construir o novo Riverside Stand, espero que a partir do próximo ano", afirmou.


Projeto do Riverside Stand: a nova arquibancada, "invadindo" o Tâmisa, e a atual
Outro ponto do estádio, o Hammersmith End, também deverá sofrer reformas. "O presidente (Shahid Khan) ama Craven Cottage. Os torcedores adoram Craven Cottage. A última coisa que queremos é sair de Craven Cottage. Ao longo dos próximos meses, também será investido algum capital no Cottage em si para que ele seja ainda mais confortável aos fãs", disse Mackintosh.

Fotos: Get West London e ddwt.me.uk

Nenhum comentário:

Postar um comentário