Sofrimento, vitória e alívio


Não foi uma bela partida, tampouco um jogo que desse muita confiança aos fãs cottagers de que o time pode jogar mais do que vem jogando. Mesmo assim, o Fulham venceu o Blackpool por 1 a 0, num dos raros momentos de chegada ao ataque, graças a uma cabeçada certeira de Matt Smith. Assim, os londrinos estão livres do rebaixamento - considerando que o Millwall não vencerá seus três jogos restantes e nem irá tirar uma diferença de dez gols de saldo.

Como era de se esperar, Kit Symons mudou o time que empatou de forma frustrante com o Rotherham na semana passada. Especialmente o meio-campo foi alterado, com Scott Parker de fora por lesão. O técnico, então, optou por um meio bem mais defensivo, com Tim Hoogland e Danny Guthrie de volantes, e o lateral Sean Kavanagh improvisado de winger.

Os cinco primeiros minutos foram de tensão contra o pior time das quatro primeiras divisões da Inglaterra. Primeiro, Cameron apareceu por trás da zaga e, na saída de Marcus Bettinelli, acertou a trave. Depois, o mesmo Cameron, de novo, foi mais inteligente que a defesa White e, livre, finalizou alto demais.

Aos oito minutos, na primeira ocasião de gol dos visitantes, bola na rede. Kavanagh cruzou da esquerda e Smith subiu mais que todos para marcar 1 a 0. O mesmo camisa 9 teve outra boa chance pouco depois, mas cabeceou sem direção após escanteio.

Bettinelli voa para defender: goleiro foi um dos destaques em Blackpool
Na etapa final, o jogo seguiu sem grandes emoções até os 31 minutos, quando os Tangerines tiveram uma chance de ouro para empatar. Bettinelli e Delfouneso dividiram pelo alto, e o atacante levou a melhor, pegando a sobra e chutando rasteiro para Jazz Richards cortar em cima da linha.

Invasor fez os fãs rirem nas arquibancadas
Depois disso, a maior emoção mesmo foi quando um torcedor do Fulham invadiu o campo com um vestido rosa e peruca. O invasor chegou a empurrar a bola para as redes e saiu de campo comemorado pelos demais fãs nas arquibancadas. No último minuto, Cauley Woodrow teve a chance de ampliar, mas perdeu cara a cara com o goleiro Parish. E, assim, o placar ficou mesmo num suado 1 a 0.

O Fulham chegou a 49 pontos e, por incrível que pareça, atingiu a marca de quatro rodadas sem derrota, com três empates neste período. O time agora é 18º, à frente de Reading (47, mas com dois jogos a menos), Brighton (46), Rotherham (44) e Millwall (40, com um jogo a menos e hoje o primeiro rebaixado). No próximo sábado, os londrinos terão um desafio e tanto: pegam o terceiro colocado Middlesbrough, em casa.

Blackpool: Parish; Barkhuizen (Maher), Clarke, O'Dea e Dunne; Cubero, Perkins (Delfouneso), Orlandi (Telford), Oh'Hara e Cameron; Madine.
Fulham: Bettinelli; Richards, Turner, Burn e Husband; Guthrie, Hoogland, Kavanagh e Tunnicliffe; McCormack e Smith (Woodrow).



Fotos: Fulham FC

Nenhum comentário:

Postar um comentário