Vitória contra todas as adversidades


Quando as circunstâncias do jogo mais indicavam que o Fulham sofreria uma nova derrota na Championship, o time de Kit Symons conseguiu uma reviravolta impressionante, venceu o Huddersfield por 2 a 0 e livrou oito pontos da zona de rebaixamento. Agora a equipe, passadas 39 rodadas, está no 20º lugar, restando, conforme o próprio Symons, mais duas vitórias para que os Whites respirem tranquilos.

A escalação do manager foi cheia de surpresas. Scott Parker, Bryan Ruiz e Ross McCormack foram vetados por lesão e sequer figuraram no banco. Nos seus lugares, respectivamente, Sean Kavanagh, Alex Kacaniklic e Cauley Woodrow.

Kacaniklic cobrou escanteio direto pro gol e fez o primeiro no jogo
O começo de partida foi surpreendentemente bom para os visitantes. Aos dois minutos, Kacaniklic cobrou escanteio direto pro gol, Matt Smith tentou desviar, mas o sueco marcou mesmo um belíssimo gol olímpico. O gol fez o Town crescer sua marcação em cima, na saída de bola dos londrinos, complicando a vida do Fulham. Aos 19, Marcus Bettinelli fez bela defesa no reflexo, na pequena área.

Bettinelli salvou seu terceiro pênalti na temporada
Mas a loucura do jogo ficou mesmo pro segundo tempo. Aos 12 minutos, o primeiro ato de insanidade: após bate-rebate na área, Miller chutou com Bettinelli batido, e Shaun Hutchinson, o capitão do time, salvou em cima da linha usando o braço. O árbitro Richard Clark hesitou, mas, pressionado pelos mandantes, marcou pênalti. Mas mostrou cartão vermelho a Woodrow. Após cinco minutos de indecisão, o juiz expulsou o jogador certo, Hutchinson. Na cobrança da penalidade, porém, Wells bateu e Bettinelli pegou seu terceiro pênalti na temporada.

Depois de Woodrow, "salvo" da expulsão, meter uma bola no pé da trave, o Fulham viveu mais momentos de tensão aos 36 minutos, em novo pênalti. Jazz Richards teria derrubado Scannell em um lance muito duvidoso. Wells, de novo, bateu, deixou Bettinelli parado... mas acertou a trave.

Com tantos acontecimentos, o árbitro deu sete minutos de acréscimos. E, no quinto minuto, os Whites mataram o jogo. Seko Fofana, que entrara no segundo tempo, pegou a bola no campo de defesa e avançou na corrida até ficar frente a frente com o goleiro. O francês acertou a trave, mas deu sorte ao pegar o rebote e tocar pro fundo da rede, no primeiro dele pelo clube. Fulham 2 a 0 e festa dos fãs londrinos em Huddersfield.

Com 43 pontos, e de volta às vitórias após quatro rodadas, o time Cottager livrou oito pontos para o Wigan, o primeiro rebaixado hoje. Agora haverá tempo para treinar e se preparar visando a próxima rodada: só no dia 3, contra o Brentford, no Craven Cottage - intervalo devido à data FIFA.

Huddersfield: Smithies; Edgar (Charles), Hudson e Lynch; Smith (Majewski), Butterfield, Hogg (Lolley), Coady e Scannell; Miller e Wells.
Fulham: Bettinelli; Richards, Hutchinson, Turner e Grimmer; Hoogland, Kavanagh (Bodurov), Tunnicliffe e Kacaniklic (Fofana); Woodrow (Rodallega) e Smith.



Fotos: Fulham FC

Nenhum comentário:

Postar um comentário