Segue a sina de derrotas...


O Fulham atingiu seis jogos sem vitória ao ser batido pelo Ipswich, neste sábado, em Londres, por 2 a 1, pela 31ª rodada da Championship. Assim, o time caiu mais uma posição na tabela: agora é o 19º, mantendo cinco pontos de vantagem para o Millwall, o primeiro rebaixado hoje. Millwall que será o próximo adversário, em um confronto direto no estádio The Den.

Ante um adversário que está em luta direta pela promoção à Premier League, o técnico Kit Symons fez duas mudanças em relação à equipe que levara 3 a 1 do Bolton. O lateral-direito Jazz Richards voltou ao time após se recuperar de lesão, mesmo caso do capitão Scott Parker, que retornou à sua posição de volante. Novidade ainda para a presença de Bryan Ruiz no banco de reservas, após sua malsucedida transferência para a Espanha.

O começo de jogo mostrou bem quem lutava pelo acesso e quem lutava para evitar a League One. Com um minuto, Marcus Bettinelli já fez uma bela defesa. Com cinco, o Ipswich marcou: em escanteio, Daryl Murphy subiu mais que a zaga e, de cabeça, anotou 1 a 0.

Parker voltou à ação após lesão
O gol colocou os Cottagers em cima, mas faltou pontaria a Jazz Richards aos 15 minutos. Em contragolpe, quase saiu o segundo dos visitantes. Bettinelli fez milagre defendendo com os pés em finalização de Sears, que criou outra ótima chance pouco depois, mas seu voleio foi novamente defendido pelo nosso goleiro. Aos 45, merecidamente o Ipswich ampliou. Cruzamento da esquerda para Murphy, livre, cumprimentar Bettinelli: 2 a 0.

Na etapa final, Symons mudou o time, colocando Cauley Woodrow e Ruiz, mas pouca coisa mudou. Visivelmente, a diferença técnica entre os times era gritante. O gol de honra veio só aos 29 minutos: Kostas Stafylidis cruzou, a zaga falhou e Ross McCormack diminuiu o placar.

Gol de McCormack serviu apenas para consolação
Mesmo com 2 a 1 contra, o Fulham não conseguiu colocar pressão. Na verdade, ficou perto de levar o terceiro, mas Stafylidis cortou em cima da linha após conclusão de Mings. Nos minutos finais, ambos os times ficaram com dez, após Shaun Hutchinson e Stephen Hunt dividirem uma bola pelo alto e ficarem sentindo, sem condições de retornar - os dois times já haviam feito todas as suas alterações. O que não teve alteração foi o placar.

Enquanto o Ipswich chegou a 57 pontos, no quarto lugar (apenas dois pontos atrás dos líderes Bournemouth e Middlesbrough), os Whites seguem estacionados nos 35, agora em 19º. Sábado que vem, o desafio será um "dérbi de seis pontos", contra o ameaçadíssimo Millwall. Neste dia, o time de Symons completará um mês sem vencer. E terá de quebrar o jejum para seguir com a cabeça para fora d'água.

Fulham: Bettinelli; Richards, Bodurov, Hutchinson e Stafylidis; Parker, Christensen (Woodrow), Tunnicliffe e Kacaniklic (Roberts); Rodallega (Ruiz) e McCormack.
Ipswich: Bialkowski; Chambers, Smith, Berra e Mings; Bru, Skuse, Tabb (Parr) e Bishop (Anderson); Sears (N. Hunt) e Murphy.

Fotos: Fulham FC


Um comentário: