Preview: Fulham - Sunderland


Depois de perder para o Blackburn e ver sua pequena série invicta ir por água abaixo, o Fulham não tem muito tempo para descansar e nesta terça volta a campo, encarando o Sunderland, no replay da 4ª fase da FA Cup, a Copa da Inglaterra, às 17h45 (DF). Será o segundo replay dos londrinos no torneio, e o objetivo é, mesmo com uma equipe mista, avançar na eliminatória.

O técnico Kit Symons já adiantou que escalará alguns reservas, enquanto que o último dia da janela de transferências não trouxe nenhuma novidade para o time de Craven Cottage. Bryan Ruiz, aparentemente, assinou mesmo com o Levante, embora as últimas notícias dessem conta de que o acerto não havia sido concluído - por empréstimo até o fim da temporada. Por suas vezes, os empréstimos de Thomas Eisfeld e Chris David foram confirmados: o alemão vai para o Bochum, enquanto o holandês volta para o Twente.

Contra os Black Cats, Symons não terá o lateral-direito Jazz Richards, que já jogou na FA Cup pelo Swansea. Jack Grimmer, reserva no sábado, deve reassumir a titularidade. O principal problema, porém, é o capitão Scott Parker: o veterano sofreu uma lesão contra o Nottingham, perdeu o jogo "de ida" contra o Sunderland, voltou no fim de semana passado e voltou a sentir o mesmo problema. Provavelmente ficará de fora nesta terça.

O volante Emerson Hyndman, que voltou dos Estados Unidos com a vaga para o Mundial sub-20, ganhou ainda uma lesão na clavícula. Ficará entre cinco e seis semanas de molho.
Bettinelli fez boas defesas no jogo em Sunderland
Mesmo com tantas lesões e desfalques, o atacante Ross McCormack mostrou-se confiante para o duelo contra o Sunderland. "Seria ótimo avançarmos. É uma boa chance no Craven Cottage, onde já provamos que podemos vencer qualquer um. Podemos ganhar e estamos esperando isso", destacou o autor de 11 gols nesta temporada.

No lado visitante, Lee Cattermole é desfalque certo, com um problema no joelho que o tirará de ação por mais três semanas. O veterano zagueiro John O'Shea pode ser poupado e também ficar de fora.

No primeiro jogo, no Stadium of Light, ambas as equipes tiveram chances, mas foi o Sunderland quem mais esteve perto de tirar o 0 a 0 (placar final) do escore. Marcus Bettinelli, que salvou o Fulham algumas vezes, deve novamente atuar.

Os Black Cats possuem vantagem no histórico de jogos oficias contra os Cottagers. Em 59 jogos, foram 23 vitórias, contra 17 dos londrinos e 19 empates. Curiosamente, em casa, o Fulham não vence desde maio de 2012, quando Clint Dempsey e Moussa Dembele asseguraram o placar de 2 a 1. Relembre:



Fotos: Fulham FC

Nenhum comentário:

Postar um comentário