Mais uma vez, triunfo sofrido graças a gol no final

 
O Fulham parece ter tomado gosto por deixar seus fãs aflitos para, depois, dar a volta por cima e conquistar uma improvável vitória. Assim foi o cenário contra o Wolverhampton, no meio da semana passada, com o triunfo nos pênaltis pela Copa da Inglaterra. No último sábado, mais uma vez o time não jogou um bom futebol, mas contou com uma cabeçada certeira de Bryan Ruiz, no terceiro minuto de acréscimo, para fazer 2 a 1 no Reading e voltar a vencer na Championship.
Depois de escalar três atacantes sem muito sucesso nos últimos jogos, Kit Symons voltou ao tradicional 4-4-2. Ele usou Scott Parker e Seko Fofana de volantes (Lasse Christensen segue fora, lesionado) e as novidades Ryan Tunnicliffe e Alex Kacaniklic de meias, alimentando os atacantes Hugo Rodallega e Ross McCormack.
 
Apesar da boa escalação, foi o Reading quem começou ameaçando. O time visitante criou ótima chance com Norwood, que aproveitou cruzamento de Pearce em escanteio e finalizou para Kostas Stafylidis afastar perto da linha fatal. Pouco depois, foi a vez de Robson-Kanu desperdiçar boa chance, com um chute rente à trave.
Kaca marcou seu primeiro gol após retorno
O Fulham seguia com os mesmos problemas de finalização e pontaria, tendo criado apenas uma chance clara, numa cabeçada de Shaun Hutchinson defendida pelo goleiro Federici.
 
A falta de pontaria mudaria para a etapa final: aos dez minutos, Parker deu ótimo passe para Kacaniklic, que chutou rasteiro, entre as pernas de Federici, 1 a 0. Foi o primeiro gol do sueco após seu retorno de empréstimo.
Ruiz, aos 48, definiu a emocionante vitória
Porém, o Reading reagiu rápido e logrou o empate aos 18. Em escanteio de Norwood, o ex-Cottager Pogrebnyak ganhou na bola aérea e deixou tudo igual. O empate deixou o jogo mais aberto, e a entrada de Bryan Ruiz faltando 12 minutos para o fim se mostrou decisiva. No terceiro – de cinco – minuto de acréscimo, McCormack mandou na área, Cauley Woodrow ajeitou de cabeça e Ruiz, também de cabeça, na pequena área, concluiu para as redes. Primeiro gol do costarriquenho pelos Whites desde novembro, para delírio da maioria dos 17 mil presentes no Craven Cottage.

Com a vitória, o time de Symons pulou para o 15º lugar, com 31 pontos. São 13 pontos atrás do Watford, último dentro dos playoffs de acesso, e oito acima do Millwall, hoje o primeiro rebaixado. Na próxima quarta, a equipe volta a campo novamente em casa, diante do Nottingham, de olho em subir ainda mais na tabela.
Fulham: Bettinelli; Grimmer, Hutchinson, Bodurov e Stafylidis; Parker, Fofana, Tunnicliffe e Kacaniklic (Ruiz); Rodallega (Woodrow) e McCormack.
Reading: Federici; Gunter, Pearce, Hector e Obita; Norwood, Williams, McCleary e Robson-Kanu; Cox (Blackman) e Pogrebnyak (Mackie).

Fotos: Fulham FC
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário