Repercussões: Wigan 3-3 Fulham


O ponto conquistado no estádio DW, em Wigan, nos minutos finais, foi celebrado pelo técnico Kit Symons, que fez seu primeiro jogo após a efetivação no cargo. O bom resultado, porém, não pode ficar muito tempo na cabeça dos Cottagers. Nesta quarta, o Fulham volta a campo, novamente em confronto direto na parte de baixo da tabela, contra o Blackpool, em Londres.

Mas ainda falando do 3 a 3 em Wigan, Symons destacou o fato de que o jogo "teve um pouco de tudo", citando as reviravoltas no placar e as expulsões - uma para cada time. "Há duas maneiras de olhar para este resultado. Estar vencendo ao intervalo e acabar empatando é um pouco decepcionante, mas se vermos que o estávamos com um homem a menos e conseguirmos o empate, estamos felizes em sair com um ponto", comentou.

Por sinal, a expulsão de Ross McCormack foi aceita por Symons sem maiores reclamações - ele levou dois amarelos, por uma falta sobre Tavernier e, depois, por discutir com McLean. "É difícil lidar com estas situações. Quando você tem um amarelo, você precisa medir as consequências. É difícil, mas serei exigente e espero um nível de disciplina de todos", enfatizou.

Afora a expulsão, o manager voltou a comentar sobre as qualidades que deseja ver em seu time: confiança, honestidade e crença. "Se nosso time continuar assim, estaremos trabalhando forte para subir na tabela", disse. 

O Fulham joga nesta quarta, às 18h (de Brasília), contra o Blackpool. Curiosamente, será o segundo confronto dos Whites com o técnico Lee Clark, que atuou pelo clube londrino por seis anos. Clark comandava o Birmingham quando este perdeu para os Whites por 2 a 1, em setembro. 

Foto: Fulham FC

Nenhum comentário:

Postar um comentário