Repercussões: Fulham 2-5 Derby + Preview: Wigan - Fulham


A dura eliminação na Copa da Liga Inglesa não arrefeceu o contentamento de Shahid Khan e dos fãs Cottagers com o trabalho feito por Kit Symons. Tanto que, apenas um dia após a goleada sofrida ante o Derby County, Khan confirmou o que já estava evidente: Symons é, de fato, o novo técnico do Fulham.

Logo após os 5 a 2 contra os Rams, portanto antes de ser efetivado, o técnico comentou a derrota - e até começou brincando a coletiva de imprensa depois da maior derrota em seu período no comando dos Whites. "Marcamos dois gols hoje, então é um progresso", afirmou, em alusão à derrota por 5 a 1 para o mesmo Derby County no começo da temporada.

"O gol no fim do primeiro tempo de um salto de confiança ao Derby. Não acompanhamos a velocidade deles. É uma dura lição, mas a longo prazo isso não vai ser a pior coisa do mundo", afirmou o galês. Embora uma derrota de goleada, ainda mais em casa, não seja nunca uma coisa fácil de aceitar, Symons foi enfático ao garantir que uma sequência positiva na Championship e a luta pelo objetivo da temporada, voltar à Premier League, rapidamente darão confiança ao time e aos fãs.

"O Derby tem um time muito bom e poderia fazer este placar contra qualquer um. Espero que o jogo da liga, no segundo turno, seja diferente", comentou, lembrando do terceiro e último enfrentamento entre os dois times em 2014/15. Por aqui, como visto, o saldo é desastroso para os londrinos: 10 a 3.

Porém, a Copa da Liga é página virada. Kit Symons foi efetivado e seu "primeiro" desafio será neste sábado, quando os Cottagers voltam a campo pela Champ, diante do Wigan, no estádio DW. É um confronto direto na parte de baixo da tabela: 19º contra 20º.


Em 2012, Rodallega (20) marcou um dos gols do Fulham sobre o Wigan
"Amei cada minuto do papel de interino. Já fiz muitas outras funções no futebol, então sinto que estou bem preparado para assumir o cargo efetivo", enfatizou. Perguntado se os playoffs de promoção ainda eram uma realidade para o Fulham, Symons foi enfático: "Começamos nossa temporada com sete jogos de atraso, onde somamos um ponto apenas. Seria pedir muito, mas temos a intenção de melhorar a cada semana e certamente ir longe. Vamos definir nossos padrões e metas muito, muito alto".

Para o duelo com o Wigan, o treinador vive a expectativa de ter de volta Hugo Rodallega, que sentiu um desconforto muscular e, por isso, acabou vetado do jogo com o Derby. Se Rodallega é dúvida, os "tradicionais desfalques" são Fernando Amorebieta e Adam Taggart, que se recuperam de lesão.

No lado mandante, o capitão Emmerson Boyce é desfalque certo. O defensor tem um problema no tornozelo. Também fora estão Bem Watson e Chris McCann, que se recuperam de graves lesões.



Será o 43º confronto entre Wigan e Fulham na história. Até aqui, 18 vitórias dos Cottagers, dez dos Latics e 14 empates. Os londrinos estão invictos no duelo há 13 jogos - em Wigan, venceram nas duas últimas visitas. Em 2012, Rodallega marcou, contra o ex-clube, seu primeiro gol com a camisa do Fulham. Confira o vídeo acima.

Fotos: Guardian e BBC

Nenhum comentário:

Postar um comentário