Goleada para elevar os ânimos no Craven Cottage



Esperava-se um jogo equilibrado entre Fulham e Bolton, nesta quarta, pela 10ª rodada da Championship. Confronto entre dois times postados na zona de rebaixamento. Porém, os Cottagers fizeram bonito, golearam por 4 a 0, alcançaram três vitórias seguidas sob o comando do interino Kit Symons e saíram de campo aplaudidos pelos 14 mil fãs presentes.

Symons fez apenas uma mudança em relação à equipe que batera o Birmingham no fim de semana anterior. Lasse Christensen ganhou chance no lugar de Emerson Hyndman. Uma troca que se provaria acertada durante a partida contra os Trotters.

Logo cedo se viu que o jogo teria apenas um sentido: o da meta defendida por Lonergan. Com cinco minutos, Bryan Ruiz fez bom lance, mas parou no goleiro; na sobra, Ross McCormack empurrou pra rede. O juiz, porém, marcou impedimento. Aos dez, no entanto, saiu o gol: após cruzamento de McCormack, Mills não cortou e a bola sobrou com Hugo Rodallega, que estufou a rede, 1 a 0. Pouco depois, Kostas Stafylidis chegou perto do segundo, mas a bola bateu na trave. Trave que salvou o Fulham na finalização à queima-roupa de Pratley. No último minuto da etapa inicial, a defesa do Bolton não salvou. Ruiz cobrou falta e Fernando Amorebieta cabeceou sem chances pra Lonergan, 2 a 0.

Christensen (E) fez seu primeiro gol nos profissionais
Chegando a três derrotas seguidas, o Bolton do técnico Dougie Freedman tentou um golpe de sorte na etapa final. Fez três substituições ao mesmo tempo. Não adiantou, tanto que os Cottagers quase ampliaram com Rodallega, aos cinco minutos, mas o goleiro dos visitantes pegou. Aos 17, o terceiro gol. Ruiz deu ótimo lançamento pra Rodallega, que tocou pra Christensen chegar e marcar pela primeira vez com o time profissional do Fulham.

Fulham festejou goleada
O último gol veio aos 34. George Williams, que entrara no lugar de Scott Parker, deu passe açucarado para Tim Hoogland, que bateu cruzado e fechou a conta. O quarto gol do lateral alemão rende a ele a artilheira dos Whites na Championship.

O expressivo placar de 4 a 0 marcou o terceiro triunfo seguido do time em todas as competições, o que não acontecia desde 2010. Além disso, os londrinos não venciam por quatro ou mais gols de diferença em jogos oficiais desde 2012 (5 a 0 no Norwich). Números e estatísticas que dão esperanças aos fãs, que ainda veem o time entre os três últimos: é o 22º, com sete pontos, dois atrás do Wigan. Sábado, os Cottagers visitam o Middlesbrough, oitavo colocado.

Fulham: Bettinelli; Hoogland, Bodurov, Burn e Amorebieta; Parker (G. Williams), Christensen, Stafylidis e Ruiz; Rodallega (Woodrow) e McCormack (Roberts).
Bolton: Lonergan; Herd, Mills (M. Davies), Dervite e Moxey; Spearing, Ream, Feeney, Pratley (Mason) e Danns; C. Davis (Beckford).


Fotos: Fulham FC

Nenhum comentário:

Postar um comentário