Burn, no apagar das luzes: 3 a 3


Num jogo emocionante e cheio de alternativas, o Fulham mostrou poder de reação três vezes e buscou a igualdade em 3 a 3 contra o Rotherham United, na 13ª rodada da Championship, no estádio New York. O resultado manteve o time na zona de rebaixamento - 22º lugar, com 11 pontos -, mas o empate obtido aos 45 do segundo tempo certamente dá moral para o dérbi londrino contra o Charlton, na próxima sexta.

McCormack (C) voltou a balançar as redes

A forte sequência de jogos (nesta terça contra o Rotherham, sexta contra o Charlton, na outra terça contra o Derby, no outro sábado contra o Wigan) forçou o técnico Kit Symons a mudar bastante o time em função de poupar jogadores. Nada mais, nada menos do que cinco trocas foram feitas em relação ao time titular de sábado passado. Alguns dos titulares, como Bryan Ruiz e Hugo Rodallega, sequer no banco figuraram. A grande novidade no time foi Thomas Eisfeld, pela primeira vez recebendo chance com Symons.

Foram os Millers quem controlaram o primeiro tempo. O goleiro Marcus Bettinelli já havia sido obrigado a trabalhar bem antes de o time da casa enfim abrir o placar, aos 28 minutos. Taylor cortou a marcação e chutou; a bola desviou em Revell, em posição duvidosa, e não deu chances ao arqueiro cottager, 1 a 0. Porém, cinco minutos mais tarde, George Williams, um dos Cottagers que mais se movimentou na primeira etapa, foi derrubado na área por Frecklington. Pênalti que Ross McCormack não desperdiçou: 1 a 1.

Woodrow marcou um golaço

Logo aos dez minutos do segundo tempo, os mandantes voltaram a liderar o placar. Clarke-Harris recebeu na área e acertou um chutaço de canhota, sem chances para Bettinelli. A resposta veio instantaneamente de novo: Williams encontrou Cauley Woodrow, três minutos depois, e o atacante estufou a rede do goleiro Collin, 2 a 2. As coisas pareciam ir de mal a pior aos 41 minutos. Foi quando a finalização cruzada de Pringle desviou em Nikolay Bodurov e, de novo, bateu Bettinelli. Era o gol da vitória dos Millers. Era. Aos 47, McCormack cobrou escanteio e a bola foi na cabeça de Dan Burn. O zagueiro cabeceou para baixo e não deu chances a Collin, 3 a 3.

O ponto e o poder de reação - os empates vieram sempre pouco depois de levar os gols - dão muito ânimo à equipe, apesar da permanência entre os três últimos. Na sexta, o desafio é o Charlton, que aparece numa ótima sétima colocação.

Rotherham: Collin; Richardson, Moran, Arnason e Skarz; Taylor (Smallwood), Frecklington, Green e Pringle; Revell e Clarke-Harris (Derbyshire).
Fulham: Bettinelli; Zverotic, Bodurov, Burn e Stafylidis; Hyndman (Parker), Christensen, Esifeld (Dembele) e G. Williams; Woodrow (Smith) e McCormack.

 

Fotos: Fulham FC

Nenhum comentário:

Postar um comentário