Repercussões: Fulham 0-1 Wolverhampton


Três derrotas em três jogos num começo de campanha não refletem, definitivamente, o começo ideal da temporada que o Fulham espera retornar à elite do futebol inglês. Após o revés contra o Wolverhampton, novamente dentro de casa, Felix Magath voltou a bater na tecla da juventude do time e do projeto que está sendo feito visando o futuro. E que este projeto leva tempo para ser efetuado.

"Levamos um gol cedo. Foi uma boa atuação do Wolverhampton, por isso perdemos. Tivemos mais posse de bola, mas não as chances de gol", comentou o manager, lembrando que, assim como contra o Millwall, os Whites levaram um gol com menos de 20 minutos de partida.

O técnico ainda referiu a diferença de enfrentar os Wolves, um time, segundo ele, mais entrosado e confiante. "Sabemos que seria um período difícil para nós. Estamos juntos há poucos dias, enquanto os Wolves têm um time há mais tempo. Penso que temos boas lições por tirar deste jogo", prosseguiu. Sobre o fato de não repetir as escalações, o treinador foi enfático e garantiu que prometeu "a todos os jovens dar-lhes ao menos uma oportunidade de jogar e mostrar suas qualidades".

Magath também pediu desculpas aos fãs por mais uma derrota - a nona em 15 jogos oficiais do alemão no comando do time. "Peço paciência aos torcedores por termos um time jovem. Estou certo de que melhoraremos. Precisamos vencer, então acho que aí teremos mais confiança", finalizou.

A chance da primeira vitória será neste sábado, ante o Derby County, fora de casa. Em caso de derrota, é bom que o treinador esteja preparado para ouvir mais gritos de "Fora Magath" vindos da arquibancada dos fãs londrinos...