Repercussões: Fulham 0-1 Milllwall


Conforme vimos no post anterior, o Fulham recebeu o Millwall em Craven Cottage, na estreia em casa pela Championship e, após mais uma atuação para se esquecer, os cottagers foram derrotados por 1 a 0, gol de Martyn Woolford. Agora é a hora de sabermos como foram as repercussões da segunda derrota em duas rodadas na opinião do técnico Felix Magath.

O técnico tentou explicar o resultado falando sobre as chances de gol perdidas e a grande atuação do goleiro David Forde: "Tivemos boas chances de gol, mas perdemos", disse Magath. "No contra-ataque que sofremos o gol e no que estava errado no time. Então, nós infelizmente não ganhamos. Nós trabalhamos duro, tentamos duro e jogamos muito bem, mas não fomos capazes de marcar gols tão bem quanto o time de Ian Holloway, que foi o que levou o Millwall à vitória. Se tivéssemos marcado um gol hoje, eu não tenho dúvidas de que iríamos ganhar o jogo". 

Martyn Woolford acertou um belo chute após o cruzamento de Ricardo Fuller aos 12 minutos, para colocar os Lions em vantagem. Enquanto o time de Magath sentiu o gol que poderia - e deveria - ter sido evitado pela defesa. "A principal falha foi antes do cruzamento", disse o alemão. "Eram dois contra um, mas não atacamos. Isto foi o que Ipswich e Millwall nos mostraram - para chegar e definir o ataque. Estávamos muito confortáveis, estávamos muito acomodados".

Magath novamente escalou um time cheio de jovens do Fulham Academy - quando foi divulgada a escalação, com Jesse Joronen, Cameron Burgess e Emerson Hyndman, além dos estreantes Lasse Christensen e George Williams. 

Explicando sua escalação, o manager declarou: "Eu estou tentando preparar o Fulham não só para a promoção, mas para ter uma equipe que possa jogar na parte de cima da Premier League. Eu decidi trazer jovens jogadores para o elenco nesta temporada e estou muito feliz com eles. Fiquei contente com a forma como eles trabalharam hoje. Espero que eles continuem a trabalhar assim, e não vou ficar muito desapontado em perder. Tenho certeza de que esta equipe irá se desenvolver e vamos conseguir pontos". 

"Eu fiz o mesmo no Stuttgart, no Wolfsburg e no Schalke. Se você quiser ser bem sucedido no futuro, você tem que contar com jogadores jovens. Se você está no Liverpool ou Manchester United, pode comprar jogadores por £ 30m, mas no Fulham você tem que confiar em jogadores jovens". 

"Jogamos bem hoje; temos uma nova equipe e uma nova situação. Por exemplo: Nikolay Bodurov é um zagueiro bom e experiente, mas é a seu primeiro clube fora da Bulgária e ele precisa de um pouco de experiência na Championship".

Criticado pelo técnico anteriormente, Ross McCormack começou o jogo no banco, mas teve boa atuação ao entrar no segundo tempo, deixando Magath satisfeito sua exibição. "Fiquei feliz com a atuação dele hoje. Estou convencido de que ele será um jogador muito importante para nós nesta temporada. Ele tem uma falta de aptidão física no momento, mas vamos trabalhar nisso. Quarta-feira é o próximo jogo e Ross irá desempenhar um bom papel. Sua forma física já está um pouco melhor, mas ele pode melhorar ainda mais".

Quando perguntado sobre "por que Bryan Ruiz não está jogando", Magath confirmou que o clube recebeu ofertas pelo costarriquenho, e acrescentou: "Ele jogou uma grande Copa do Mundo e, com 28 anos, quer jogar no mais alto nível. Eu entendo isso. Eu não posso contar com os jogadores que querem sair, mas caso ele não saia, ele terá um impacto positivo na nossa equipe".

O próximo jogo é nesta quarta-feira, quando o Fulham receberá o Wolverhampton Wanderers em Craven Cottage, em jogo válido pela terceira rodada da Championship.

COME ON YOU WHITES!