O Fulham para a Champ: jovens em ascensão


Stekelenburg (Stockdale); Riether, Hughes, Hangeland e Richardson (Briggs); Sidwell, Boateng, Duff, Taarabt e Kasami; Berbatov. Com esse time, em 17 de agosto de 2013, o Fulham iniciou o que seria sua última temporada em 13 anos na Premier League. Os tempos mudaram. Um ano depois, dos 13 que jogaram, apenas Maarten Stekelenburg segue no clube - e totalmente escanteado, sem sequer viajar para a pré-temporada.

Na estreia na Championship, o objetivo é claro: voltar à elite o mais rápido possível. Felix Magath fez um trabalho de reestruturação que envolve, basicamente, o uso de vários jovens que se destacaram na base cottager nos últimos anos. Jovens que renderam campanhas vitoriosas nos campeonatos sub-18 e sub-21 hoje estão recebendo muitas chances com o manager, casos de Cauley Woodrow, Jesse Joronen, Marcus Bettinelli e Ryan Williams, entre outros.

Ao mesmo tempo, alguns "veteranos" ficaram, como Kostas Mitroglou, que, se não for negociado em meio à temporada, vai tentar provar o motivo do investimento de 12 milhões de libras na janela do começo do ano. Aliás, é para o ataque que veio o principal reforço: Ross McCormack, artilheiro da última Champ pelo Leeds. Apesar disso, o atacante está descontado fisicamente e ainda levará algumas semanas até estar à disposição do técnico alemão.

Stafylidis mostrou bom desempenho ofensivo
No gol, era esperado que David Stockdale assumisse a posição após terminar em alta - apesar do péssimo time - e com a condição de titular. Porém, Stocko acabou assinando pelo Brighton, numa negociação que até agora poucos fãs entenderam. Com Stekelenburg deixado de lado para decidir seu futuro, a tendência é que, ao menos no começo da campanha, Magath escolha por um dos jovens: Jesse Joronen ou Marcus Bettinelli. No último amistoso de pré-temporada, ambos tiveram motivos para se orgulhar. O finlandês pegou um pênalti no primeiro tempo, enquanto o italiano, que saiu jogando, foi o capitão na etapa inicial.

Parker permanece para tentar levar os Whites à EPL
Na linha defensiva, o lateral-esquerdo Kostas Stafylidis foi aprovado nos amistosos, apoiando bastante e tendo até marcado dois gols. Na direita, duas opções vindas de fora: Kay Voser deve ser titular, embora Tim Hoogland também tenha sido testado. O miolo de zaga ganhou um reforço de última hora: o búlgaro Nikolay Bodurov, com experiência internacional de sobra para, provavelmente, assumir a condição de titular. Ao lado dele, o instável Fernando Amorebieta ou dois jovens que agradaram nos amistosos, Cameron Burgess e Shaun Hutchinson.
 
Dembele (D) foi o artilheiro da pré-temporada

O meio-campo ganhou em juventude. Foram vários jovens testados por ali, como George e Ryan Wiliams. A experiência e qualidade de Scott Parker deve lhe garantir a condição de capitão e primeiro volante com justiça. O jovem Chris David larga com certo favoritismo para ser seu parceiro na função defensiva. Mais voltados ao ataque, Alex Kacaniklic deve mesmo começar jogando. Thomas Eisfeld, um dos valores da base do Arsenal, ganhou a camisa 7 e tem credencial para uma oportunidade. Além deles, um nome que foi muito bem na Copa do Mundo, mas ainda não desenvolveu seu futebol em Londres: Bryan Ruiz. O costarriquenho (ainda) permanece no Fulham e pode pintar no time de Magath, embora não tenha participado da pré-temporada.

Mitrolgou, ainda sem gols pelo Fulham, precisa mostrar trabalho
O ataque é, talvez, o setor mais reforçado para a disputa da segunda divisão inglesa. Além dos experientes McCormack e Mitroglou, há ainda Hugo Rodallega, Adam Taggart, Moussa Dembele, Patrick Robers e o já citado Woodrow.

Desde que assumiu, Magath falava que sua estadia em Craven Cottage seria uma oportunidade para os novatos mostrarem serviço. Mesmo não tendo evitado o rebaixamento, alguns deles já foram utilizados na temporada passada. Agora é a chance de mostrarem que o bom desempenho na base pode ser repetido. Para que a estadia dos Whites na Championship seja apenas passageira e que a Premier League esteja no caminho do clube futuramente.

Confira os melhores lances dos amistosos de pré-temporada:
East Fife 0-3 Fulham
Rangers 4-2 Fulham
Motherwell 0-2 Fulham
Crawley Town 0-2 Fulham
DC United 0-3 Fulham
Fulham 1-0 Rizespor

As contratações:
Shaun Hutchinson - O zagueiro de 23 chegou credenciado por boas atuações no Motherwell. Tem 1,88m e disputou mais de 100 partidas pelo vice-campeão escocês.

Nikolay Bodurov - O búlgaro chegou, ao que tudo indica, para ser o comandante da zaga. Com 1,80m e 28 anos, foi titular em boa parte das eliminatórias para a Copa do Mundo com a Bulgária. Dois dias após seu anúncio, já estava em campo, contra o Rizespor.

Kostas Stafylidis - Talentoso lateral-esquerdo surgido no futebol grego, acabou não vingando no futebol alemão. Chega por empréstimo do Leverkusen e encantou na pré-temporada: dois gols e titular absoluto na posição.

Tim Hoogland - O polivalente defensor pode tanto jogar como zagueiro, lateral-direito ou como volante. Experiente, aos 29 anos, foi bastante testado nesta última condição, no lugar que deve ser ocupado por Scott Parker.

Kay Voser - O lateral suíço veio do Basel e assumiu a condição de titular na lateral-direita, que ficou vaga após a saída de Sascha Riether. Agradou Felix Magath e deve continuar por ali.

Thomas Eisfeld - O jovem de 21 anos foi pinçado do Arsenal após poucas partidas no profissional. O meia alemão ganhou a camisa 7 e existe a confiança de que assumirá a condição de titular no meio-campo dos Whites.

Adil Chihi - Talvez a contratação menos badalada. Foi aprovado após um período de testes em alguns amistosos e, aos 26 anos, estará apenas no seu segundo clube na carreira. Ficou quase uma década no Köln, atuando prioritariamente como meia pela direita.

Adam Taggart - Também com 21 anos, o atacante australiano teve dois bons anos no futebol local, foi convocado para a Copa do Mundo e chega para ser opção no banco.

Ross McCormack - É a contratação mais comemorada pelos fãs - e também a mais cara do clube para a temporada. Foi artilheiro da última Championship pelo Leeds (onde marcou 53 gols em quatro anos). O escocês de 27 anos deve, naturalmente, ser titular.