Rebaixados


De forma melancólica, o Fulham está rebaixado para a segunda divisão inglesa com uma rodada de antecedência. Pragmático, o time de Felix Magath levou 4 a 1 do Stoke City, no Britannia Stadium, e viu sua condição de equipe de elite acabar após 13 anos consecutivos - tendo uma defesa vazada surreais 83 vezes e com 24 derrotas em 37 rodadas. A queda foi confirmada devido a vitória do Sunderland sobre o Manchester United por 1 a 0.

A escalação inicial, como sempre, foi uma surpresa do manager alemão. Hugo Rodallega, um dos poucos bons nomes das últimas semanas, foi vetado por opção técnica. No Twitter, o atacante afirmou não entender a decisão. Outro barrado foi Maarten Stekelenburg, que não deverá permanecer no clube. A invenção do dia foi o zagueiro Dan Burn, recuperado de lesão, escalado como lateral-direito.

É claro que nada adiantou. Com três volantes, o Fulham era lento demais pra sair jogando e, aos poucos, foi sendo encurralado pelo modesto Stoke. Sem nenhuma finalização a gol, Magath trocou logo a 33 minutos, tirando um apagado Lewis Holtby e colocando Ashkan Dejagah. Igualmente não funcionou e, seis minutos mais tarde, os mandantes marcaram seu gol. Arnautovic venceu John Riise, cruzou pra Ireland bater, a bola desviou em Burn e sobrou limpa pra Odemwingie fazer 1 a 0.

Precisando da vitória, devido ao triunfo então parcial do Sunderland, Magath nada alterou pra etapa final. O time seguiu apático e, assim, levou o segundo. Aos nove minutos, Odemwingie puxou contragolpe e tocou pra Arnautovic anotar 2 a 0. O gol foi devastador pros londrinos, que se renderam de vez em campo.

Stockdale pouco pode fazer
Assim, com a defesa escancarada, o Stoke marcaria ainda dois gols. Aos 28, mais uma vez lance com Odemwingie e Arnautovic, e o nigeriano mandou pras redes e transformou a partida em humilhação. O gol de honra do Fulham veio com Kieran Richardson, que recebeu um passe sem querer de Darren Bent. A "alegria", claro, durou quase nada: no lance seguinte, novo contra-ataque, novamente defesa aberta, e gol de Walters. Stoke 4 a 1.

Decepção para Magath
A trajetória de 13 anos na Premier League acabou numa temporada vexatória, onde mesmo faltando uma rodada, os Whites têm a pior defesa (83 gols), o pior saldo (-45), é o time que mais perdeu (24) e que mais usou jogadores (38, um recorde na liga). Foram três técnicos e diversas contratações erradas - Kostas Mitroglou, que veio lesionado, atuou no segundo tempo em Stoke e mal tocou na bola. Resta torcer para que as coisas mudem na Championship.

A despedida melancólica da Premier será no próximo domingo, no Craven Cottage, ante o Crystal Palace. Com 31 pontos, o Fulham está a quatro do Sunderland. Atrás dos Cottagers só o Cardiff, que tem um ponto a menos.

Stoke City: Begovic, Cameron, Wilson, Muniesa, Pieters, Whelan, N'Zonzi, Ireland (Adam), Assaidi (Etherington), Odemwingie (Walters) e Arnautovic.
Fulham: Stockdale, Burn (Mitroglou), Heitinga, Hangeland, Riise, Parker, Diarra (Kasami), Sidwell, Richardson, Holtby (Dejagah) e Bent.

Confir aos gols do jogo aqui.