Preview: Manchester City - Fulham



Neste sábado, o Fulham viaja a Manchester para enfrentar o bilionário time do City no Etihad Stadium. O jogo acontecerá ao meio dia e terá transmissão do canal FOX Sports. Depois de hoje, restarão apenas oito rodadas para ambos os times seguirem lutando por suas pretensões: os mandantes na briga pelo título, os visitantes tentando escapar do rebaixamento.

FULHAM

No último sábado, o Fulham conseguiu, em casa contra o Newcastle, sua segunda vitória no ano, após quase dois meses e meio de jejum. O gol foi feito por Ashkan Dejagah e a efusiva comemoração, tanto dele quanto do time todo, podem sinalizar um crescimento no ânimo e na esperança da equipe.

Para tentar conquistar uma nova - e difícil - vitória, o técnico Felix Magath tem uma maneira: "Eu acho que a força do City é o ataque, não a linha de defesa, e então nós tentaremos marcar (gols) e nós somos capazes. Desde que eu estou aqui, nós marcamos em todos os jogos, então esperamos marcar no sábado também". 

No confronto em Manchester, Magath quer ataque, porém, não poderá contar mais uma vez com a principal contratação da última janela: Kostas Mitroglou continua em recuperação de dores no joelho e está fora da partida. Ele é esperado para a partida contra o Everton, dia 30, mas...

O herói da rodada passada, Dejagah, é dúvida por conta de dores musculares que o fizeram sair no final da ultima partida. Ainda há possibilidades de o iraniano jogar, porém as chances são mínimas. Outro desfalque é Scott Parker, que está com dores no joelho e o departamento médico tinha como objetivo libera-lo para o duelo deste sábado, mas não houve a possibilidade. Para finalizar os desfalques, Damien Duff está fora da temporada por lesão no joelho.

Com esses desfalques e a imprevisibilidade de escalação de Magath, que declarou que quem estiver treinando bem durante a semana receberá oportunidade, não há certeza de quem serão os 11 titulares. Contudo, o técnico elogiou a volta de Amorebieta e a formação com três zagueiros, que fizeram, pela primeira vez desde dezembro, a equipe ficar sem tomar gols. Com isso, é bem provável que o venezuelano fique ao lado de Brede Hangeland e Johnny Heitinga.

Outra grata surpresa é Lewis Holtby, que na medida do possível tem feito a diferença na equipe. O meia, que chegou emprestado do Tottenham, tem boa visão de jogo, além de ter marcado alguns gols, como por exemplo, contra o Cardiff City. O alemão tem caído nas graças da torcida e será peça importante nesta partida para armar, e até concluir, os contra-ataques Cottagers.

MANCHESTER CITY

O poderoso Manchester City vem de uma temporada de altos e baixos. No começo da temporada, o time Citzen era uma equipe que aniquilava seus adversários, principalmente jogando em seus domínios, sem piedade. Tanto que até agora foram incríveis 71 gols em 27 partidas, média de mais de dois por partida.

Porém, alguns tropeços desestabilizaram a equipe: eliminação na FA Cup para o Wigan e, principalmente, as duas derrotas para o Barcelona que eliminaram os Citzens da UEFA Champions League.

A equipe pode fazer bons jogos, como as goleadas contra o Tottenham, e fazer vexame como contra o Wigan. Mas o fato é que o Manchester tem boas chances de conseguir o título inglês, que seria muito importante depois de tantos investimentos. A equipe está a seis pontos do líder Chelsea, mas com três jogos a menos. Por isso a vitória dos donos da casa será importante em suas pretensões na temporada.

Os desfalques no City são importantes: Sérgio Aguero, um dos destaques da equipe na temporada, não está em suas plenas condições físicas por conta de contusão no tendão e ficará de fora. Vicent Kompany, expulso na partida contra o Hull City, também não joga.

Matija Nastasic, com dores no joelho e Stevan Jovetic, com dores no tendão, tem grandes possibilidades de ficar fora, porém, principalmente Jovetic, ainda tem chances de ir a campo. Com isso, Edin Dzeko deverá formar ataque com Álvaro Negredo, e Joleon Lescott deverá formar a dupla de zaga com Matin Demichelis.

RETROSPECTO
Num total de 58 partidas entre as duas equipes, o Fulham venceu 15, mesmo número de empates e perdeu 28 vezes. Curioso é o fato de as ultimas duas vitórias do Fulham no confronto terem acontecido como visitante: na temporada 2008/2009, os Cottagers venceram por 3 a 1, e na temporada anterior venceram por 3 a 2, numa partida emocionante e histórica (você pode relembra-la clicando aqui).


No último jogo, válido pelo primeiro turno da Premier League, as duas equipes fizeram uma partida franca, em que depois de terem saído na frente com dois gols, o Manchester City cedeu o empate. Porém, o ataque Citzen fez a diferença e a partida acabou em 4 a 2 (relembre aqui).