Derrotados e cada vez mais condenados: Chelsea 3 a 1


Aos poucos, o Fulham vai se entregando na batalha contra o rebaixamento na liga inglesa. Neste sábado, o time de Felix Magath voltou a ser derrotado, desta vez por 3 a 1 para o Chelsea, no dérbi de SW6, e se manteve no último posto da classificação. São ainda quatro pontos de distância para se salvar. No próximo sábado, o time visita o penúltimo colocado Cardiff pra tentar se manter vivo.

Magath mudou três peças em relação ao time que empatara em West Bromwich na última rodada. Darren Bent, Pajtim Kasami e Clint Dempsey - que, provavelmente, fez sua segunda despedida pelo clube - entraram entre os titulares. Já Kostas Mitroglou, que atuou no segundo tempo contra o WBA, foi sacado até mesmo do banco devido à "falta de condicionamento físico", conforme o manager.

Sem vencer desde o primeiro dia do ano na Premier League, o Fulham levou azar no começo da partida. Aos 15 minutos, Brede Hangeland e Kieran Richardson dividiram a mesma bola pelo alto e o zagueiro levou a pior. Com a pancada na cabeça, acabou dando lugar a Dan Burn.


Não foi a única besteira da defesa Cottager. Maarten Stekelenburg quase deu um gol de presente a Fernando Torres, quando errou saída de bola; porém, se recuperou e praticou uma bela defesa. Aos poucos, o jogo foi ficando mais equilibrado e, sem surpresas, terminou sem gols nos primeiros 45 minutos.

Para a etapa final, a "tradição" deste time do Fulham em perder após empatar no primeiro tempo se confirmou. Pela 11ª vez na temporada, o time empatou em 0 a 0 até o intervalo e acabou derrotado no fim. A derrota começou a vir quando Hazard deu belo lançamento para Schurrle, nas costas de Richardson, só ter o trabalho de desviar de Stekelenburg, 1 a 0.


Isso com sete minutos. Aos 20, a jogada se repetiu: Hazard para Schurrle, e o alemão, livre na área, concluiu com categoria, 2 a 0. Quatro minutos mais tarde, o apagão dos Whites rendeu o terceiro gol aos Blues: mais uma vez Schurrle recebeu, invadiu a área e, calmamente, anotou 3 a 0.

O Fulham só conseguiu um gol, graças a John Heitinga, que aproveitou um bate-rebate na área após escanteio. Foi pouco, muito pouco pra quem precisava do resultado pra se manter vivo na Premier League. Faltando dez jogos, parece apenas uma questão de tempo.

Fulham: Stekelenburg, Riether, Hangeland (Burn), Heitinga, Richardson, Parker (Karagounis), Sidwell, Dejagah, Dempsey, Kasami (Holtby) e Bent.
Chelsea: Cech, Ivanovic, Terry, Cahill, Azpilicueta, Ramires, Matic, Hazard, Oscar (Mikel), Schurrle (David Luiz) e Torres (Ba).

Confira os gols do dérbi aqui, direto do site do Fox Sports.