Repercussões: Fulham 2-1 West Ham



Já sabemos que, no primeiro dia do ano de 2014, o Fulham venceu o West Ham de virada em Craven Cottage, respirando um pouco na tabela da Premier League. Agora é a hora de sabermos como foram as repercussões do jogo, na opinião do técnico Rene Meulensteen.

Na tradicional entrevista coletiva após o jogo, nosso manager elogiou a reação do time, que buscou o resultado positivo após sair atrás no placar.

"É isso que você chama de um feliz Ano Novo", disse Meulensteen. "Nós todos sabemos que quando você está na nossa posição na tabela, os jogos em casa são muito importantes. Acho que jogamos bem, e levando-se em conta as condições, você precisa se concentrar e jogar bem. Mas conceder um gol cedo assim, obviamente, não estava nos nossos planos, mas eu penso que o time reagiu bem".

"Merecemos o empate e eu estava esperava que pudéssemos virar ainda no primeiro tempo. A expulsão (de Kevin Nolan) nos ajudou, porque você tem mais espaço e mais posse de bola, mas você tem que encontrar o equilíbrio certo entre ser paciente e criar chances de gol".

"E nós o fizemos, e se Darren Bent tivesse aproveitado essa chance teria sido 3-1 e game over. No 2-1, obviamente, pensei que ainda havia uma chance de empate - eles tiveram algumas chances, mas lidamos bem com isso. Crédito para os jogadores, que tiveram experiência. Mas também tivemos um monte de chances e os pontos foram bem merecidos".


Substituto de Marteen Stekelenburg, o goleiro David Stockdale justificou a escolha do técnico, fazendo grande defesa em uma finalização de Kevin Nolan, quando os Hammers venciam por 1 a 0.

"Teria sido difícil de conseguir os três pontos se tivesse sido gol", disse o treinador. "Esse foi um momento decisivo do jogo, pois poderia ter 'drenado' a reação do time. Mas graças a uma grande defesa, ele nos manteve no jogo, conseguimos o empate e foi a partir daí que conseguimos o resultado", elogiou Meulensteen.

O resultado tirou o Fulham da zona de rebaixamento, recuperando-se dos 6 a 0 sofrido contra o Hull City, no sábado.

"As pessoas que estão do lado de fora (da goleada) falam mais do que devm ", disse Meulensteen . "É uma derrota, você perde três pontos. Mas se fosse 1 a 0, ninguém teria falado sobre isso. Ninguém ligaria para isso e nem iriam alongar muito o assunto. Eu não perdi o sono nem um minuto sobre essa derrota para o Hull. Foi o que aconteceu, mas você tem que lidar com isso e seguir em frente, foi isso que fizemos hoje".

"É a chave para nós ganharmos os pontos e sair da zona de rebaixamento. Isso não significa que nós viramos às costas pra derrota, mas nós estamos olhando adiante".

Opinião do Blog: o Fulham demonstrou poder de reação após buscar a virada contra o West Ham, conseguindo o resultado que tirou o time da zona de rebaixamento. Esperamos ver a mesma determinação no final de semana, quando o Fulham joga pela FA Cup, contra o Norwich.

COME ON YOU WHITES!