Berbatov marca, Fulham vence e respira


Em seu primeiro confronto direto contra um adversário na zona de rebaixamento, o Fulham se deu bem. Mais uma vez, saiu perdendo, mas desta vez conseguiu virar, graças a gols de Sidwell e Berbatov, e fazer 2 a 1 sobre o West Ham. O triunfo tirou o time de Rene Meulensteen da zona de rebaixamento pela primeira vez desde o fim de novembro, além de iniciar bem o returno. No dia 11, outro confronto direto aguarda: o Sunderland, novamente no Craven Cottage. Antes disso, porém, tem Copa da Inglaterra.

Após os arrasadores 6 a 0 para o Hull City, Meulensteen promoveu sete mudanças em relação ao time da rodada passada. A principal delas foi o retorno de Dimitar Berbatov, recuperado de lesão. Bryan Ruiz e Giorgos Karagounis, de atuações apagadas no KC Stadium, sequer figuraram no banco de reservas.

O início de jogo, como invariavelmente ocorre, foi péssimo pros Cottagers. Pela 15ª vez em 19 ocasiões, o Fulham saiu perdendo. Aos seis minutos, após chutão de Jaaskelainen, Diamé dominou quase na marca do pênalti, girou e abriu o placar pro West Ham. Foi o 42º gol sofrido pela defesa dos Whites, a pior desta Premer League.

O gol atordoou o time da casa, que quase levou o segundo pouco depois, numa cabeçada de Kevin Nolan que David Stockdale fez milagre. Aos poucos, o Fulham acordou e foi cercando a área adversária. Até que, aos 32, Damien Duff cobrou escanteio e Steve Sidwell, mesmo não sendo muito alto, subiu mais que a marcação e cabeceou pra empatar.
Sidwell (C) cabeceou e empatou o jogo em 1 a 1
Um minuto após o gol, quase veio a virada: Taarabt acertou a trave de Jaaskelainen. O primeiro tempo ainda reservou uma justa expulsão para Nolan, que acertou um soco em Fernando Amorebieta. Com um a mais, o segundo tempo seria de intensa pressão. E foi mesmo.

A pontaria, porém, não estava lá essas coisas. A posse de bola passava de 70%, mas as finalizações não conseguiram furar o bloqueio defensivo dos Hammers. Assim foi até os 21 minutos: Alex Kacaniklic, que entrara minutos antes, foi à linha de fundo e cruzou, Scott Parker ajeitou e Berbatov, sozinho, apenas empurrou pro gol. O búlgaro e Sidwell, autores dos gols nesta quarta, são os artilheiros do time na Premier League (quatro gols).


Virada com gol de Berba (E) e passe de Parker (D)
Ainda houve tempo para alguma pressão da equipe visitante, sem sucesso. Estava concretizada a terceira vitória do Fulham sob o comando de Meulensteen. O 2 a 1, aliado aos tropeços de Crystal Palace e Cardiff, deixou os Cottagers na 16ª posição, com 19 pontos. No próximo sábado, o desafio será o Norwich, fora de casa, pela Copa da Inglaterra. No dia 11, tem o Sunderland, em Londres, pela Premier.

Fulham: Stockdale, Riether, Senderos, Amorebieta, Riise, Parker, Sidwell, Duff (Kasami), Richardson (Kacaniklic), Taarabt (Bent) e Berbatov.
West Ham: Jaaskelainen, Demel, McCartney, O'Brien, Collison, Taylor, Noble (Rat), Diarra, Diamé (Downing), Nolan e Maiga (C. Cole).

Fotos: Fulham FC

Confira os melhores momentos do derby aqui, direto do site do Fulham FC, ou os gols aqui, no Youtube.