Preview: Fulham - Tottenham


Nesta quarta-feira (4), o Fulham recebe o Tottenham para mais um clássico londrino, desta vez em Craven Cottage. O jogo ocorrerá às 18h (horário de Brasília). Com toda certeza, o maior destaque está por conta da estreia do técnico recém-promovido René Meulensteen, após a demissão do técnico Martin Jol com a drrota por 3 a 0 diante do West Ham.

Scott Parker reencontrará o ex-clube pela primeira vez
René assume o time em uma situação bem desconfortável. Com seis derrotas seguidas, sendo cinco destas pela Premier League, a equipe ocupa a 17ª colocação com apenas dez pontos, a três pontos dos times fora da zona de rebaixamento. Sahid Khan declarou que esse era o momento para uma mudança, pois as chances de conseguir escapar da zona da degola ainda são altas, desde qua haja mudanças drásticas.

É isso que Meulensteen quer. Para isso, declarou: “Nós temos que ter certeza que os jogadores terão responsabilidade, com trabalho duro e disciplina. O Fulham tem muitos resultados pobres e nós temos que criar uma plataforma para sair da dessa posição atual”.

Em busca desta plataforma, o novo manager terá a volta de Berbatov, que por conta de uma indisposição não esteve no jogo de sábado. Hangeland, recuperado de contusão, também fica a disposição. Riether é outro que volta ao time, após cumprir três jogos de suspensão graças a um cartão vermelho na partida contra o Manchester United.

Moussa Dembele, grande aposta da base Cottager, sentiu um desconforto no tendão após entrar no jogo contra o West Ham e passará por exames antes da partida para saber a possibilidade de estar à disposição. Briggs ainda se recupera de cirurgia e está fora do dérbi, assim como Rodallega.

TOTTENHAM

Porém, para o Fulham conseguir fugir da zona incomoda na tabela terá que passar pelo mordido Tottenham. Os Spurs, que até pouco tempo atrás ocupavam as primeiras colocações, estão na nona posição e há quatro partidas sem vencer na liga, incluindo a histórica goleada sofrida frente ao Manchester City - 6 a 0.

Jogadores dos Spurs comemoram gol em Craven Cottage
Para o dérbi, Andre Villas-Boas não poderá contar Eriksen - que, com dores no tornozelo, está fora, assim como o defensor Danny Rose, com contusão no dedo do pé. Emmanuel Adebayor é a maior dúvida por conta de dores na virilha e não é confirmado para a partida.

A dúvida de Villas-Boas é justamente para o setor que mais tem decepcionado os fãs dos Spurs. Com apenas 11 gols em 13 jogos, o ataque não tem agradado, principalmente depois do alto investimento em nomes como Soldado, Lamela e Eriksen. O manager do Tottenham inclusive ainda não sabe quem, entre Soldado e Defoe, comandará o ataque da equipe nesta noite.

RETROSPECTO

No último jogo, Berbatov garantiu a vitória Cottager
O Tottenham tem grande vantagem no histórico contra os Cottagers. Foram 37 vitórias do Tottenham, contra 13 do Fulham e ainda 25 empates. O último confronto, porém, foi histórico. O Fulham há dez anos não vencia o rival em White Hart Lane, e conseguiu o triunfo graças a um gol de Berbatov (relembre aqui).

PROVAVEIS ESCALAÇÕES

Fulham: Stekelenburg, Riether, Senderos, Hangeland, Richardson; Sidwell, Parker, Duff, Kasami; Bent e Berbatov.

Tottenham: Lloris; Walker, Dawson, Kaboul, Vertonghen; Sandro, Paulinho, Holtby, Lennon, Lamela; Soldado (Defoe).