Preview: Fulham - Manchester City



Buscando recuperação na Premier League após dura derrota por 4 a 1 diante do Everton na última rodada, o Fulham tem um jogo extremamente complicado diante do Manchester City, neste sábado (21), às 13h (horário de Brasília). O jogo será realizado no Craven Cottage.

FULHAM

Desde a saída de Martin Jol e a efetivação de Rene Meulensteen, o Fulham disputou três partidas, e mesmo com boas atuações, saiu de campo derrotado em duas oportunidades. Com isso, o time hoje amarga a penúltima colocação, com 13pontos.


A situação é preocupante e a diretoria tenta reforçar a equipe com um ídolo recente: Clint Dempsey. O americano que saiu no começo da última temporada, rumo ao Tottenham, não teve as oportunidades que esperava em White Hart Lane e voltou à sua terra natal, mais precisamente para jogar pelo Seattle Sounders. Devido às férias da MLS, Dempsey jogaria por empréstimo nos Whites, inicialmente, até fevereiro do próximo ano.

Meulensteen comentou a chegada do novo reforço: "Clint esteve por muitos anos jogando na Premier League e nós todos sabemos como ele é forte. Ele pode vir pela esquerda ou jogar como segundo atacante dependendo de quem você está jogando contra".

Contudo, Dempsey ainda passará por exames médicos e Meulensteen ainda não confirmou sua aquisição.

O técnico do Fulham possui alguns desfalques "tradicionais" para a partida. Hugo Rodallega voltou a treinar, mas não tem condições de entrar em campo, assim como Brede Hangeland e Matthew Briggs, que se recuperam de cirurgias no nervo ciático e hérnia, respectivamente. Com isso, o manager deve manter a base do time titular das recentes atuações.

MANCHESTER CITY
 
Já o Manchester City vem embalado por resultados expressivos, como um 6 a 3 aplicado no líder da competição, o Arsenal, no último fim de semana. Pela UCL, o City fechou a fase de grupos vencendo o poderoso Bayern de Munique na Alemanha, igualando o número de pontos dos alemães, que ficaram em primeiro da chave por conta do saldo de gols. Além disso, a equipe passou de fase na Capital One Cup, ao vencer o Leicester por 3 a 1.

Mas, para essa partida, os Citzens têm desfalques importantes. Na defesa, a equipe está sem seus laterais direitos, pois tanto Zabaleta quanto Richards estão com contusões no tendão, e estão fora da partida. Para completar os desfalques da defesa, Nastasic está de fora também, com dores na panturrilha.

No ataque os problemas estão presentes também. O artilheiro e destaque da equipe, Aguero, está de fora por lesão na panturrilha, além de Jovetic, que tem problema de indisposição estomacal e ficará de fora também.

Quem deve voltar a equipe titular é o goleiro Hart. No banco desde outubro, o inglês volta a ganhar chance após falhas na meta do City.

RETROSPECTO

O total de 57 partidas o Fulham conseguiu 15 vitórias e 27 derrotas, e ainda 15 empates. E o tabu de vitórias dos Cottagers é grande, sendo que a ultima vitória sobre os Citzens foi na temporada 2008/2009. Em Craven Cottage o tabu é ainda maior, tendo o time londrino conquistado a última vitória em 2005.

Uma das grandes partidas entre as duas equipes ocorreu num ano dramático para o Fulham. Na temporada 2007/2008, o time estava com sérios riscos de ser rebaixado. Em 26 de abril de 2008, as equipes se enfrentaram no Etihad Stadium, e ali , para muitos, começava a fuga do descenso.

Após começar o jogo perdendo por 2 a 0, o Fulham de Roy Hodgson virou a partida com um gol de Danny Murphy e dois de Diomansy Kamara, sendo que o último tento, que definiu a virada, foi aos 45 minutos do segundo tempo.

Na temporada passada, o City venceu duas vezes, tanto em Manchester (2 a 0), quanto em Londres (2 a 1).

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES 
Fulham: Stekenlenburg; Riether, Senderos, Hughes, Richardson; Parker, Sidwell, Karagounis, Dejagah, Kacaninkic e Berbatov.

Manchester City: Hart, Milner, Kompany, Demichelis, Clichy; Toure, Fernandinho, Silva, Nasri, Negredo e Dzeko.