Atuação melhorou, mas veio a sétima derrota seguida


Está mesmo difícil acompanhar partidas do Fulham na temporada 2013/14. No primeiro jogo após a saída de Martin Jol, o time teve uma visível melhora em termos de atuação e de ânimo, mas mesmo assim, faltou sorte. Em dois lances isolados, o Tottenham anotou dois gols, virou o placar e confirmou a vitória por 2 a 1. Com isso, os Whites chegaram a sete derrotas seguidas - sendo seis na Premier League, e se mantiveram entre os três últimos.

René Meulesteen promoveu algumas mudanças no time titular. Os lesionados Amorebieta e Richardson deram lugar a Senderos e Riise, respectivamente, enquanto Berbatov, recuperado de lesão, voltou a ser a referência no ataque.

O primeiro tempo teve poucos lances de perigo. Os Spurs tiveram sempre mais a bola, mas criaram pouco. As maiores emoções ficaram para os 45 minutos finais.

Logo aos 11 minutos, em jogada individual, Berbatov encontrou Dejagah livre entrando pelo flanco direito. O iraniano só teve o trabalho de chutar cruzado, tirando de Lloris: 1 a 0. O time de Meulesteen manteve sua postura de espera pelo contragolpe com a vantagem. Contudo, num lance "achado", os visitantes encontraram o empate. Após escanteio, a bola sobrou para o defensor Chiriches, que bateu rasteiro, no canto direito de Stekelenburg. Tudo igual. O Fulham reclamou de impedimento de Defoe no lance - o atacante, impedido, pulou para evitar que a bola desviasse em suas pernas e teria distraído o arqueiro Cottager.


Quase no minuto seguinte, o Fulham se atirou ao ataque e deixou a defesa aberta. Melhor para o mesmo Defoe, que saiu na cara de Stekelenburg e chutou por cima do travessão. Faltando dez minutos, os mandantes resolveram que a igualdade não servia e se aventuraram de vez no setor ofensivo. Kacaniklic deu ótimo passe para Berbatov, que só parou em Lloris.

Contudo, aos 37, Craven Cottage silenciou. Holtby recebeu na entrada da área e, de canhota, acertou um chute com rara felicidade, no ângulo esquerdo de Steke. Virada do Tottenham. O gol desconcertou o Fulham, que viu os visitantes quase ampliarem com Paulinho, num verdadeiro milagre de Steke. No fim, os Whites acertaram uma bola na trave com Kasami, aos 48, num lance que pode ser a síntese do azar que vem acompanhando a equipe até aqui.

Com seis derrotas consecutivas, os Cottagers seguem na 18ª posição, com dez pontos, a três de sair da zona de rebaixamento. A próxima tentativa de sair dessa maré ruim será no domingo, às 11h30 (de Brasília), novamente em casa, contra o Aston Villa.

Fulham: Stekelenburg, Riether, Senderos, Hughes, Riise, Karagounis (Sidwell), Parker (Ruiz), Kasami, Kacanikic (Duff), Dejagah e Berbatov.
Tottenham: Lloris, Walker, Dawson, Chiriches, Vertonghen, Sandro (Chadli), Paulinho, Capoue (Holtby), Lennon, Lamela (Towsend) e Defoe.

Confira os gols do jogo aqui, direto do site TV Golo.
Fotos: Fulham FC