Ainda bem que o United foi preguiçoso: 3 a 1


Se algum fã Cottager tinha esperança de ver o Fulham de Martin Jol dificultar a vida do Manchester United, ela acabou rápido. Em 22 minutos, para ser mais preciso. Foi o tempo que o time de David Moyes precisou para abrir 3 a 0 no placar, administrar o resultado na etapa final, levar um gol e triunfar por 3 a 1. Com seis derrotas em dez rodadas, os Whites terminaram o dia na 15ª posição, com apenas dez pontos.

O capitão Hangeland foi o único desfalque de Jol. Porém, o manager optou por uma escalação mais conservadora, isolando Berbatov na frente e deixando Bent no banco. Outra novidade foi o meia Dejagah de volta aos titulares. E, mesmo com um time defensivo, a equipe não foi párea contra os Red Devils.

Logo aos oito minutos, Rooney recebeu ótimo passe, invadiu a área e tocou para Valencia, livre, chegar batendo: 1 a 0. Em novo contragolpe, aos 19, Janujaz encontrou Van Persie, que bateu firme de canhota e ampliou. Três minutos mais tarde, desta vez foi o holandês quem deu o passe, para Rooney concluir na pequena área e marcar o terceiro.

Berbatov: isolado, pouco apareceu
Com tamanha facilidade em tão pouco tempo, o United puxou o freio de mão. Os Cottagers tentaram crescer e descontar, mas faltou efetividade. Dos 15 chutes a gol, apenas seis foram na meta do goleiro De Gea.

Com o jogo sob controle, os visitantes deram a brecha que o Fulham precisava para marcar o seu gol de honra. Aos 19 da etapa final, Kacaniklic puxou pro meio, bateu de direita, a bola desviou em Rooney e foi pras redes. Contudo, não adiantou muito. Os Red Devils controlaram o restante da partida e, com tranquilidade, confirmaram a vitória.

Agora são três derrotas seguidas para Martin Jol - e uma eliminação na Copa da Liga, diante do modesto Leicester. E, pra tentar sair da má fase, o desafio é mais uma vez complicadíssimo na próxima rodada: o Liverpool, em Anfield, no próximo sábado.

Fulham: Stekelenburg, Riether, Amorebieta, Senderos, Richardson, Parker (Bent), Sidwell, Dejagah (Kacaniklic), Kasami, Ruiz (Taarabt) e Berbatov.

Manchester United: De Gea, Rafael (Smalling), Evans (Fellaini), Vidic, Evra, Jones, Cleverley (Kagawa), Januzaj, Valencia, Rooney e Van Persie.

Confira os gols do jogo aqui, direto do site da ESPN Brasil.