Repercussões: Fulham 1-2 Cardiff City

Martin Jol cumprimenta o técnico do Cardiff, Malky Mckay
Foto: fulhamfc.com
Conforme vimos no post anterior, o Fulham sofreu mais uma derrota em casa na Premier League, desta vez para o Cardiff City. Agora é a hora de sabermos como foram as repercussões do jogo, na opinião do técnico Martin Jol.

"O Cardiff jogou melhor, após o 1 a 0, mas quando fizemos as substituições nós voltamos ao jogo. Então, nós começamos a jogar melhor e o Cardiff teve que mudar seu sistema para lidar com a gente. Nos minutos finais, Kieran Richardson acertou um cruzamento e ninguém estava na área para finalizar", destacou.

"É no início da temporada, mas eu assumo a responsabilidade. Não posso dizer que os jogadores não trabalharam duro, mas não é fácil ganhar estes jogos. Não é apenas uma questão de mentalidade, é sobre a qualidade do jogadores e pelo time ter que se defender bem, especialmente nos escanteios", resumiu Jol.

"Todas as equipes querem fazer melhor. Nossos fãs nos querem no top 10 e se você olhar para os últimos jogos, em todos eles estivemos perto de vencer. Contra o Newcastle, sofremos um gol no final, e contra o West Brom foi a mesma situação, com um empate no final".

"Nós não tivemos a dificuldade do gramado. Estou sempre calmo, mas não gosto de ver os torcedores preocupados e nervosos com o time. Eu não quero ver o clube na parte inferior da tabela. Sei que podemos fazer um muito melhor. Tivemos todas as chances do mundo de vencer hoje, mas ainda perdemos muitos gols".

O manager ainda acrescentou: "Eu acho que vamos melhorar, mas temos que ganhar esses jogos e não o fizemos. O Fulham já esteve em situações piores antes. Lembro-me do gol de Clint Dempsey contra o Liverpool e da cabeçada de Danny Murphy em Portsmouth."

Opinião do blog: a situação de Martin Jol no clube está ficando bastante complicada, visto que o time parece desorganizado em campo e possui muitas problemas defensivos. O futuro é incerto, mas caso o time continue sem conseguir bons resultados, algo terá que mudar.

COME ON YOU WHITES!