Repercussões: Crystal Palace 1-4 Fulham

  

Conforme vimos no post anterior, o Fulham goleou o Crystal Palace por 4 a 1, em Selhurst Park, no clássico londrino na última segunda-feira. Agora é a hora de vermos como foram as repercussões do jogo na opinião do técnico Martin Jol.

Na tradicional entrevista coletiva após o jogo, Jol mostrou-se muito satisfeito com o resultado e os gols bonitos, apesar de o Fulham ter saído atrás no placar.

"Estou muito satisfeito, especialmente pela maneira como nós fizemos o resultado", disse o manager. "Foi revoltante sofrer um gol como aquele, novamente nos primeiros 10 minutos e, é claro, é minha responsabilidade, mas depois disso, o time reagiu e mostrou muita resistência e mentalidade. eu acho que jogamos melhor do Crystal Palace e isso é o que queremos".

"Você tem que controlar o jogo, especialmente no segundo tempo, e nosso meio-campo o fez bem. Claro, corremos um pouco de risco ao jogar com Berbatov, Darren Bent, Bryan Ruiz e Kasami, mas acho que fomos bem. Não é fácil ganhar por 4-1 e esse é um dos nossos melhores resultados nas últimas duas temporadas".

"Eu acho que a minha equipe tem confiança suficiente. Nós temos alguns jogadores muito bons, mas temos que jogar como uma equipe. Com todas essas qualidades ofensivas da Premier League, nem sempre é fácil conseguir o equilíbrio certo, mas se você analisar a temporada passada, nossos resultados fora de casa não foram tão ruins quanto as pessoas pensam. Neste ano e na temporada passada, acho que dos últimos 20 jogos fora de casam em 12 ou 13 não perdemos, então isso não é bom, mas também não é ruim".

O gol de empate, marcado pelo suíço Kasami, sem dúvida surpreendeu a todos e certamente estará entre os mais bonitos da temporada. "Foi uma corrida de 30 ou 40 metros  porque ele estava do lado esquerdo", explicou Jol. "Ele avançou pelo lado da área, tinha o controle da bola e, em seguida, finalizou com perfeição. Acho que vai ser pelo menos um dos gols mais bonitos desta temporada".

"Foi um sprint, ele controla a bola e, em seguida, ele está em seu pé esquerdo, bem assim que eu penso, sem esticar a minha imaginação  que este deve ser um dos melhores gols. Para um jovem garoto, para marcar um gol como esse deve dar-lhe muita confiança".

O técnico do Fulham também falou sobre Brede Hangeland, substituído no intervalo: "Ele tem uma lesão no nervo, mas jogou dois jogos pela a Noruega, então eu pensei que ele estava 100 por cento, mas no intervalo tivemos substituílo. Eu não sou um médico, mas sei que uma lesão no nervo pode lhe causar problemas".


Na próxima rodada o Fulham enfrenta o Southampton, no sábado, no St. Mary's Stadium.

COME ON YOU WHITES!