Repercussões: Fulham 1-1 West Bromwich

Mais um jogo em que o Fulham não consegue os três pontos. Mais um em Craven Cottage. Depois de estar vencendo até os acréscimos do segundo tempo, o time cedeu o empate segue com apenas uma vitória na competição e três partidas seguidas sem triunfos.

E a imprensa começa a repercutir um pequeno início de crise no comando do Fulham. De acordo com alguns jornais, o técnico Martin Jol já começa a ser questionado por parte da torcida, que pede sua saída. Segundo alguns veículos de comunicação, a especulação do nível de satisfação do novo dono do clube, Sahid Khan, mesmo com este dizendo que não há problemas com Martin Jol, começa a ser questionada.

Berbatov teve dois gols anulados
Apesar disso, a imprensa elogiou o desempenho dos Cottagers. Mesmo tendo três gols anulados, o Fulham buscou o placar e teve momentos de domínio na partida, mas ainda sim não mostra o suficiente para dominar completamente o adversário e fazer uma partida sólida.

Martin Jol comentou a partida: "Se você absorver a pressão nos últimos dez ou 15 minutos, é possível que você conceda um gol. Se você marca apenas um gol, você precisa de outro ou eles cheiram sangue" (vão com vontade atrás do placar).

O manager comentou também sobre os três impedimentos e admitiu cansaço do time no fim do jogo: "Eu não havia tido a experiência de ter três gols em impedimento em um jogo. O segundo impedimento de Dimitar Berbatov não foi impedimento e então Bryan Ruiz provavelmente teria marcado quando ele acertou a trave. Então houve um pouco de azar em não marcar o segundo gol".

"Eles deram seis minutos de acréscimo e nós estávamos cansados. Então o escanteio não foi algo especial, ele acertou as redes e nós não tiramos a bola, o que é decepcionante".

Jol sobre os que pediram sua saída: "É uma pequena minoria"
Jol comentou o grito de alguns torcedores que pediram sua saída: "Às vezes isto é uma força do hábito. Seria justo se nós estivéssemos embaixo na tabela, mas nós estamos em 12° e nós deveríamos ter seis pontos. Então é decepcionante ouvir, mas eu sempre digo aos jogadores que é difícil lutar contra expectativas. Expectativas podem deixar você infeliz".

"Nós não estamos lá embaixo da tabela com zero pontos. O que eu posso fazer? É uma pequena minoria".

O técnico do Fulham lamentou a contusão de Ruiz e Berbatov: "A contusão de Ruiz parece um pouco mais séria. Nós vamos fazer um exame, esperar e ver qual é o problema. Berbatov teve uma contusão no tendão, mas eu não acho que seja um problema sério. Ele nos deu um sinal que ele queria ser substituído e espero que tenha sido algo apenas no momento".

O Fulham agora terá pela frente o clàssico contra o Chelsea, no próximo sábado.