Fulham aumenta série sem vencer e chega à zona de rebaixamento


Mesmo com um adversário que vinha de duas derrotas consecutivas, poucos fãs Cottagers estavam confiantes para o dérbi contra o Chelsea, em Stamford Bridge. E, de fato, a atuação do Fulham os deixou com razão: sem inspiração, o time levou 2 a 0, aumentou a série sem vitórias para quatro jogos (cinco contando a Copa da Liga) e terminou o dia na zona de rebaixamento.

Sem os lesionados Ruiz e Berbatov, a dupla de ataque de Martin Jol foi formada por Kasami e Bent. E foi deste último a melhor oportunidade do Fulham em campo, mas...

A primeira ocasião foi do Chelsea, que procurou marcar em cima e sufocou a saída de bola do Fulham em vários momentos. Aos cinco, Eto'o completou cruzamento para fora, antecipando-se a Stockdale. Aos 12, os Whites tiveram a chance de abrir o placar: Kasami encontrou Bent entre os zagueiros; o camisa 39 caiu na cara de Cech, mas finalizou em cima do goleiro tcheco. Desperdício que custaria caro mais tarde.

Os Blues seguiram apertando, mas a falta de pontaria e uma atuação firme de Stockdale - especialmente num chute de Ivanovic, na grande área - asseguraram o empate sem gols até o intervalo.
Parker (no chão) não impediu nova derrota
Mas se a resistência dos visitantes foi grande em 45 minutos, ela caiu cedo na etapa final. Logo aos seis minutos, Schurrle invadiu a área e bateu cruzado, Stockdale não segurou e Oscar pegou o segundo rebote epara abrir o placar.

Com 1 a 0 no placar, o Chelsea diminuiu o ritmo e não foi atrapalhado pelo Fulham. E, aos 38, o gol para matar o confronto. Lampard bateu escanteio, Terry ajeitou e Mikel finalizou na pequena área, 2 a 0.

Resultado para aumentar a frustração da torcida dos Whites - e também a pressão contra o trabalho de Martin Jol, que segue com um aproveitamento em torno de 30% dos pontos conquistados desde que chegou, há dois anos. Considerando todos os jogos nesta temporada, até mesmo os amistosos, foram apenas três vitórias em 90 minutos. No 17° posto na tabela, o próximo desafio do Fulham será o Everton, em Craven Cottage, pela Copa da Liga, na terça.

Chelsea: Cech, Ivanovic, Cahill, Terry, Cole, Mikel, Schurrle (Lampard), Ramires, Oscar, Hazard (De Bruyne) e Eto'o (Torres).
Fulham: Stockdale, Riether, Amorebieta, Hangeland, Richardson, Parker, Sidwell, Duff (Taarabt), Kacaniklic (Mesca), Kasami (Rodallega) e Bent.

Confira os melhores momentos aqui, direto do site da ESPN.