Preview: Sunderland - Fulham + Preview da Temporada



A temporada oficialmente começará neste sábado para o Fulham. As preparações começaram há pouco mais de um mês, e muita coisa aconteceu na equipe mais antiga de Londres na Premier League. Confira tudo no nosso preview da temporada 2013/2014.


QUEM CHEGOU E QUEM SAIU


Chegou
: Fernando Amorebieta (Athletic Bilbao),
Derek Boateng (Livre), Sasha Riether (Colonia, £1.3m), Maarten Stekelenburg (Roma, £4.8m), Ange-Freddy Plumain (Livre), Adel Taarabt (Queens Park Rangers), Darren Bent (Aston Villa)





A renovação no elenco do Fulham foi notória. Atletas experientes, como Baird, Simon Davies e Schwarzer, saíram e outros que não estavam dando retorno, seja na parte física ou técnica, deram lugares a novos jogadores. Após a última temporada inconstante, principalmente com a perda de dois pilares da equipe, Dembele e Dempsey, Martin Jol conseguiu reforçar o elenco para tentar deixar a equipe mais equilibrada.

Taarabt foi uma das contratações para a temporada
Com exceção de Plumain, todos os novos jogadores estão brigando por titularidade, e durante a pré temporada ganharam oportunidades. Além dos novos, alguns jogadores que ficaram fora do fim da temporada passada puderam voltar à equipe, casos de Sidwell (ficou de fora por suspensão) e Dejagah (lesão). Jogadores como Mesca e Kasami, duas promessas do elenco Cottager, também participaram ativamente da preparação e poderão ser opções para equipe durante a temporada.

Quem estava fora e voltou foi o grego Giorgios Karagounis, que após ter acertado sua saídado clube, voltou na pré-temporada e está integrado ao elenco. O volante fez uma temporada regular, porém tem muito sucesso com torcedores pela forma aguerrida como joga.


Contudo, a janela de transferência vai até o último dia de agosto, e alguns jogadores Cottagers vêm tendo sondagens,.São os casos de Riise e Frei, que podem deixar o Fulham rumo a Werder Bremen e Galatasaray, respectivamente.

Sahid Khan é o novo dono do Fulham
Mas as mudanças não ficaram só dentro de campo. A talvez maior alteração foi saída deAl Fayed como proprietário do clube, sendo vendido ao bilionário Sahid Khan

O paquistanês naturalizado americano é CEO do grupo Flex-N-Gate do setor automobilístico e dono da equipe de futebol americano Jacksonville Jaguars.

Khan prometeu "não fazer loucuras, mas sim manter a tradição do Fulham e orgulhar tantos os torcedores do presente quanto do futuro".
A PRÉ-TEMPORADA


O Fulham começou a temporada com jogos na Costa Rica, terra de Bryan Ruiz. Em três jogos, os Cottagers conseguiram duas vitórias e um empate (jogo esse vencido nos pênaltis).

Até essa partida tudo estava relativamente bem, com jogadores novos e contratações em campo, bons placares. Porém, tudo mudou na volta à Europa: Em três jogos, o máximo que o time conseguiu foi um empate em Craven Cottage contra o Betis e duas derrotas frente a Werder Bremen e Parma. 


Somado aos resultados desfavoráveis, o futebol não convenceu a torcida e a imprensa, trazendo desconfiança com relação ao futuro na Premier League.

Confiram como foram os amistosos do Fulham na pré temporada







FIQUE DE OLHO


Marteen Stekelenburg: O goleiro da seleção holandesa chegou a Craven Cottage vindo de um clube italiano (você já viu esse filme antes). Com esse repertório, além de ter muito talento, Steke chega para ser dono da camisa número 1. O goleiro, mesmo não evitando as derrota para Werder Bremen e Parma, teve atuações destacadas e seguras, segundo a imprensa.


Adel Taarabt: o meio-campista - que teve grande destaque no QPR, sendo sondado até por equipes grandes da Europa, como o PSG - chega ao Fulham como dúvida. Será que ele conseguirá desempenhar o mesmo futebol apresentado até aqui? Talento ele tem de sobra e oportunidade terá também.


Dimitar Berbatov: grande destaque do Fulham na temporada passada com 15 gols, o búlgaro permaneceu em Craven Cottage e é a grande promessa de gols e talento no ataque. Com o apoio de Ruiz, Taarabt e Bent, tem tudo para brilhar ainda mais.



EXPECTATIVAS


De modo maciço, os veículos de comunicação britânicos, e até brasileiros, não estão muito animados com a campanha que o Fulham irá ter na próxima temporada. Para a grande maioria o time white ficará no meio da tabela, e para alguns brigará contra o rebaixamento.


Hangeland ergue taça em amistoso na Costa Rica
Para o capitão Brede Hangeland, a equipe tem que sempre buscar melhorar, e que o primeiro objetivo da equipe é conquistar os 40 pontos (quantidade média de pontos para não ser rebaixado): “Obviamente nós tentamos melhorar a cada ano e isto é importante, porque os times à nossa volta estão ficando mais fortes a todo momento." 

"A liga está se tornando mais competitiva a cada ano, nós precisamos tentar dar um passo a frente para garantir que nós podemos fazer melhor. Eu estou certo e confiante que nós podemos fazer isso”.


“Em termos de ambição eu sou muito modesto. Eu sei o quão difícil a Premier League é, então o dia que nós tivermos 40 pontos na tabela me fará ficar muito feliz, e nós buscaremos conseguir isto o mais cedo possível na temporada e então nós podemos buscar uma posição maior”.

O calendário completo do Fulham na Premier League 2013/2014

E a equipe do FULHAM FC BRASIL também deu suas opiniões sobre a temporada:


Hermes Daniel:
"Sinceramente, acho que não ficaremos entre os 10, temos muitos setores que ainda tem que ser reforçados, olhando para o time não acho que brigue pra cair mas também não deve ficar entre os 10, arrisco uma 12ª colocação, a não ser que troquem o Jol e tragam alguém com maior entendimento de futebol".



Marcelo Vinícius: "Com tantas mudanças no clube, acho que será uma fase de transição e novamente ficaremos no meio tabela: 10º lugar".


Matheus Schenk: "É uma temporada de ambientação para boa parte do time, que traz novidades - sem falar no novo gestor. Não só nos nomes recém-chegados, mas também em jogadores que já estavam em Londres, casos de Kacaniklic e Frei, que têm a chance de se afirmarem no clube. Acredito que seja possível terminar entre os dez melhores, objetivo bem realista para um clube que tem tem menos dinheiro investido do que a maioria de seus rivais".


Victor ‘Boby’: "Sou uma pessoa otimista por natureza, acho que é mais por isso que acredito numa boa temporada do Fulham. Os reforços, no papel, são bons e tem qualidade para fazer a equipe chegar em 8° lugar. Porém, isso dependerá se o Martin Jol conseguirá dar um padrão de jogo a equipe".

Preview: Sunderland vs Fulham





E o primeiro desafio cottager na Premier League 2013/2014 é fora de casa, contra o Sunderland, no Stadium of Light neste sábado (17), às 11h (de Brasília).


Para esta partida, Martin Jol tem o elenco praticamente completo. A maior dúvida é o jogador Alex Kacaniklic. O sueco sofreu uma lesão no tendão durante o amistoso contra o Werder Bremen. As previsões inicias seriam que ele demoraria mais a voltar, porém, o jovem jogador fará testes antes do jogo para saber se está apto para jogar.


Berbatov marcou na última partida entre as equipes
Adel Taarbt também não está confirmado para o jogo, uma vez que ainda não reúne condições físicas ideais. 

Contudo, também será submetido a testes para saber se pelo menos poderá ficar a disposição de Jol no banco de reservas. O goleiro reserva Stockdale não estará disponível para esta partida por contusão no polegar.


Por outro lado, o manager poderá fazer a estreia oficial dos recém-contratados Stekelenburg, Amorebieta e Boateng, que participaram da maioria dos jogos na pré temporada. Darren Bent, aquisição confirmada nesta sexta, está à disposição, e depende de Jol para estar em campo.

Já os donos da casa tiveram nesta pré temporada uma “completa revolução”, segundo o técnico Paolo Di Canio. Dez jogadores chegaram, destaque para Emanuele Giaccherini, que veio da Juventus e pode fazer sua estreia.

Além dele, Jozy Altidore, que foi artilheiro no AZ Alkmaar, também poderá estar entre os 11 jogadores que começarão a partida. O goleiro Vito Mannone, ex-Arsenal, poderá estar em campo também.



Porém, o zagueiro Wes Brown ficará de fora por precaução de um problema recorrente no joelho. O atacante Steven Fletcher também não atua por contusão no tornozelo.


FIQUE DE OLHO


Adam Johnson: o jogador sempre foi tratado como uma promessa desde que jogava no Manchester City. Porém, nos Citzens nunca conseguiu mostrar o seu melhor futebol. Porém, ao se transferir para os Black Cats, como é conhecido o Sunderland, mostrou grande futebol, sendo um dos principais jogadores da equipe na ultima temporada.


Emanuele Giaccherini: o jogador chegou da Juventus neste verão europeu por querer jogar como titular, algo que não conseguia com regularidade na Velha Senhora, ainda mais por ser ano de Copa do Mundo. O italiano é versátil, podendo jogar tanto pelas laterais quanto pelo meio. Promessa para ser um jogador chave na equipe.

RETROSPECTO


O histórico do confronto pende para o lado do Sunderland. Os Black Cats têm 22 vitórias, enquanto o Fulham venceu 16, além de 18 empates. No último embate, o time londrino começou vencendo por 2 a 0, porém cedeu o empate. Relembre aqui.


PROVÁVEIS ESCALAÇÕES

Sunderland: Mannone; Celustika, O'Shea, Cuéllar, Colback; Giaccherini, Larsson, Cabral, Johnson; Sessegnon; Altidore.


Fulham: Stekelenburg; Riether, Amorebieta, Hangeland, Richardson; Duff, Sidwell, Boateng, Ruiz; Berbatov, Bent.

Nós da equipe Fulham FC Brasil desejamos uma boa temporada ao Fulham!