Preview: Fulham - Arsenal



Neste sábado, o Fulham faz sua primeira partida em Craven Cottage pela Premier League 2013/2014. O desafio será um derby londrino contra o Arsenal. E os fãs Cottagers brasileiros vão ter que acordar cedo para assistir jogo, que começa às 8h45, horário de Brasília. A partida será transmitida pelo canal Fox Sports.

Depois de conquistar os três pontos fora de casa na estreia, o técnico Martin Jol teve o que lamentar. Isso porque Stekelenburg e Richardson saíram lesionados. O arqueiro teve uma lesão no ombro e o lateral sentiu dores no tendão. Segundo Jol, o goleiro fez testes nesta sexta e ainda sentia dores. Já o Richardson ficará de fora por mais três ou quatro jogos. Fernando Amorebieta, assim como na estreia, também ficará de fora desta partida por dores no calcanhar.

Porém, não são só notícias ruins que cercam Craven Cottage. Alex Kacaniklic está de volta após ter sofrido lesão em jogo contra o Werder Bremen na pré -emporada e, segundo Jol, ficará no banco como opção.

O técnico também terá seus recém-contratados a disposição, tanto Darren Bent, que já esteve no banco de reservas na primeira partida, quanto Scott Parker, anunciado esta semana. E esses dois jogadores são os que criam maior expectativa, já que são os únicos reforços que ainda não atuaram.

Com isso, Jol tem muitas opções para compor o time, tendo agora Scott para brigar por uma vaga no meio-campo com Sidwell e Boateng, que já vinham atuando, além de Karagounis como opção. Para o ataque, Bent disputa vaga com Ruiz, e depois da última partida, Kasami também aparece com possibilidade de ocupar o lugar ao lado de Berbatov.


Os Gunners, mesmo com toda desconfiança de seus torcedores e da imprensa, muito por conta da campanha irregular na última temporada e a derrota na primeira rodada para o Aston Villa, somada a falta de reforços, venceu o primeiro jogo do confronto que vale vaga na fase de grupos da UEFA Champios League. Fez 3 a 0 contra o Fernerbahce fora de casa. Por isso, além da tradicional força do time, ele vem motivado a conseguir sua primeira vitória na Premier League.

Mesmo com o time embalado, a lista de desfalques no Arsenal é grande. A começar pelo zagueiro Laurent Koscielny, expulso na estréia na EPL e que está suspenso para este jogo. Além dele, outros jogadores estão fora, porém, por lesões: Chamberlain (joelho), Vermaleen (costas), Diaby (joelho) e Arteta (coxa).

FIQUE DE OLHO
Jack Wilshere: meio-campista de muita qualidade e grande promessa para ser um dos grandes jogadores não só do Arsenal, quanto também da seleção inglesa, a qual tem boas atuações desde as categorias de base. Busca nesta temporada ter um maior número de atuações sem que as constantes lesões o atrapalhem.

Santi Carzola: o espanhol chegou na temporada passada ao Arsenal e logo fez sucesso. O jogador é o cérebro e termômetro do time. Teve papel fundamental na classificação time para a Champions League na temporada passada.

HISTÓRICO DOS CONFRONTOS
No confronto geral, o Arsenal tem ampla vantagem, com 34 vitórias contra apenas oito dos Cottagers, sendo todas essas em Craven Cottage. Foram ainda dez empates.
Contudo, Fulham e Arsenal tem protagonizado ótimos jogos.

Na temporada 2011/2012, o jogo foi disputado em Craven Cottage e os Gunners saíram na frente no placar com Koscelny, porém Steve Sidwell empatou e, com o jogo se encaminhando para o fim, mais precisamente aos 47 minutos do segundo tempo, Bobby Zamora fez o gol da virada. (Relembre aqui)

No primeiro turno da temporada passada, mais um jogo eletrizante entre as duas equipes onde após estar perdendo por 3 a 1, o Fulham foi valente e conseguiu o empate no Emirates. No final do jogo ainda haveria muita emoção com Mark Schwarzer defendendo um pênalti  (Relembre aqui)

No último confronto, porém, as coisas não foram tão bem. Mesmo com a expulsão de Sidwell, o Fulham pressionou, mas saiu derrotado com um gol de Mertesacker. (Relembre aqui)

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES
Fulham: Stockdale; Riether, Hughes, Hangeland, Riise; Boateng, Sidwell (Parker), Duff, Taarabt, Ruiz (Bent ou Kasami) e Berbatov.

Arsenal: Szczesny; Jenkinson, Mertesacker, Sagna, Gibbs (Monreal); Ramsey, Wilshere, Rosicky (Carzola); Podolski, Walcott e Giroud.