Ruiz marca e Fulham vence mais uma na Costa Rica

Ruiz não comemorou o gol contra seu ex-clube
Nesta quarta-feira, o Fulham de Bryan Ruiz (foto) enfrentou a Liga Deportiva Alajuelense, em amistoso realizado no Estádio Nacional da Costa Rica. Diferentemente do que aconteceu no jogo anterior, contra o Cartaginés, a Alajuelense ofereceu alguma resistência aos Whites.

O jogo começou com pouca movimentação, debaixo de muita chuva em San José, onde o Fulham procurava trocar passes e manter a posse de bola. A Alajuelense ,ou simplesmente "La Liga", como é conhecida na Costa Rica, procurava marcar a saída de bola do Fulham e sair em eventuais contra-ataques.

Alfonso Quesada: goleiro costarriquenho foi o destaque do primeiro tempo
O destaque do primeiro tempo de jogo foi sem dúvida o goleiro Alfonso Quesada, autor de pelo menos duas grandes defesas. O goleiro reserva da Alajuelense substituía o titular Patrick Pemberton, que está com a seleção costarriquenha na disputa da Copa Ouro.

Na primeira oportunidade de gol dos cottagers, Ruiz cobrou escanteio com precisão e Sidwell subiu para cabecear, obrigando Quesada a fazer uma grande defesa. Em uma segunda oportunidade, Bryan Ruiz arriscou o chute da entrada da área para mais uma espetacular defesa de Quesada.

No ultimo lance do primeiro tempo, o iraniano Ashkan Dejagah cobrou falta na entrada da área, mas a bola passou ao lado do gol de Quesada. E ao final dos primeiros 45 minutos de jogo, as duas equipes foram para o intervalo sem gols. 

Steve Sidwell abriu o placar no segundo tempo
Mesmo sem alterações no time, muita coisa mudou no Fulham segundo tempo, mas desta vez a mudança foi para melhor. O que vimos no segundo tempo era um Fulham diferente, um time determinado a vencer.
 
Foi aí que começou a brilhar a estrela de Ruiz, chamado de "orgulho nacional" pela transmissão da televisão costarriquenha, para decidir o jogo. Aos 62 minutos de jogo, Ruiz cobrou escanteio com precisão para Steve Sidwell, que cabeceou firme e abriu o placar para os cottagers.

Dez minutos depois, um pequeno susto: o meio-campo Allen Guevara aproveitou a falha da zaga do Fulham para chutar na saída de Stekelenburg e empatar o jogo no Estádio Nacional da Costa Rica.

Dimitar Berbatov: o camisa 9 também deixou sua marca no jogo
Aos 79, Ruiz fez grande jogada individual e tocou na área para Berbatov, que tomou a frente do zagueiro e foi derrubado. Pênalti. Lance polêmico marcado pela arbitragem e muito contestado na Costa Rica. Na cobrança, Berbatov não bateu tão bem, mas a bola bateu na mão de Quesada e entrou, 2 a 1!

O gol deu ao Fulham, não somente a vantagem no placar, como também a retomada da superioridade técnica do jogo. O time da Alajuelense, prejudicado ou não, sentiu o gol e perdeu um pouco de sua força ofensiva.

E para fechar a conta, o orgulho nacional e homem do jogo brilhou mais uma vez: Bryan Ruiz roubou uma bola na intermediária, fazendo grande jogada individual e chutando na saída de Quesada, 3 a 1. Em respeito à Liga Deportiva Alajuelense, o clube que o revelou para o futebol, o atacante não comemorou seu gol.

E, ao apito final, o Fulham conseguiu sua segunda vitória em solo costarriquenho. O próximo desafio é no sábado, contra o Deportivo Saprissa, no último jogo do Tour Costa Rica.


LD Alajuelense: Quesada; Sancho, Guzmán; Oviedo; Palma, López; Guevara, Valle; Aguilar, Venegas; Alonso

Fulham: Stekelenburg; Riether, Richardson; Derek Boateng; Hughes, Hangeland; Dejagah (Kacaniklic 58'), Sidwell (Karagounis 83'); Berbatov (Trotta 83'); Ruiz; Kasami (Mesca 70').

Confira no vídeo abaixo os melhores momentos de LD Alajuelense 1-3 Fulham:



COME ON YOU WHITES!