Repercussões: Cartaginés 0-3 Fulham

Berbatov foi o capitão Cottager no amistoso
No primeiro desafio na pré temporada na Costa Rica, o Fulham enfrentou o time local Cartaginés e venceu por 3 a 0, com dois gols de Berbatov e um de Bryan Ruiz.



E muito se repercutiu pela imprensa, tanto inglesa quanto costarriquenha, que destacaram o capitão da Seleção local ter feito um dos gols - o que gerou euforia por parte dos torcedores presentes.



Algo que obteve destaque também foi a utilização de 22 jogadores na partida. Martin Jol pôs essa quantidade de jogadores com intuito de dar ritmo de jogo a todos os atletas sem expor os jogadores a jogar 90 minutos e dar ritmos aos novos reforços do elenco.



Berbatov e Kasami (8) tiveram atuação destacada
O técnico Martin Jol comentou sobre o primeiro teste e mostrou que não irá usar tantos jogadores na mesma partida outra vez: “A prioridade é dar condicionamento físico e ritmo aos jogadores. Nós usamos 22 jogadores então não faremos isso no próximo jogo. Outra prioridade é não perder porque nós não queremos perder, e é claro que taticamente você sempre trabalha para ter seu próprio estilo e sistema. E é isto que fizemos- o primeiro tempo foi bom e o segundo tempo eles tiveram duas ou três chances que forçaram nosso goleiro a fazer boas defesas”.



O manager holandês também destacou o adversário, mostrando que foi um bom teste para os Cottagers: “Eles têm um bom time, um bom equilíbrio e um sistema diferente, então era bom para nós lidarmos com isso, onde no primeiro tempo fomos provavelmente um pouco melhor que no segundo tempo”.



“Eles tem qualidade e deixaram alguns bons jogadores no banco  para jogar no segundo tempo. Eu acho que eles são um bom time. Me disseram que eles levaram 18 gols no ultimo ano e nós marcamos três gols contra eles, então isso é muito satisfatório”.



Bryan Ruiz, que tem sido muito bem recebido e lembrado pelos torcedores e jornais da
Bryan Ruiz fechou o placar
Costa Rica, foi elogiado por Martin Jol. O técnico contou sobre a mudança de numero na camisa, e sobre seu posicionamento em campo: “Bryan foi o numero 11 na última temporada porque outro jogador era o número 10 [mais precisamente Mladen Petric], mas eu acredito que ele [Ruiz] seja o típico camisa 10”.



“Ele pode jogar como meio-campista e pode jogar como segundo atacante. Eu tenho que dizer que em um dos nossos jogos no fim da última temporada ele marcou dois gols e então eu o posicionei ele na direita, e ele jogava na Holanda em um sistema diferente. Bryan Ruiz é um jogador ofensivo de qualidade que pode jogar em três ou quatro posições diferentes”.



Jol também mostrou-se satisfeito com a partida de pré temporada: “Eu acho que tinha uma atmosfera muito boa e nós aproveitamos isso. As pessoas foram amistosas e o campo estava bom, então eu acredito que foi uma boa noite para nós e para eles também, porque eles têm um bom time”.

E nesta semana o Fulham continuará com seu tour pela Costa Rica enfrentando o L.D. Alajuelense, nesta quarta-feira.

Imagens: FulhamFC.com