Em péssima atuação, Fulham é derrotado em Bremen


No último domingo, o Fulham viajou até a Alemanha para enfrentar o Werder Bremen, em amistoso realizado no Weser-Stadion. O resultado final do jogo, infelizmente, não foi o esperado e o Fulham acabou derrotado por 1 a 0.

Logo no começo do jogo, vimos em campo era um Fulham diferente, em um nível de atuação muito abaixo do que foi durante o Tour Costa Rica. A única surpresa na escalação do Fulham foi a entrada de Richardson na lateral-esquerda, substituindo John Arne Riise.


Jogando em casa, os comandados do técnico Robin Dutt foram à campo com sua força máxima, dominando as ações ofensivas durante o primeiro tempo. Aos 8 minutos, o meio-campo Aaron Hunt cobrou falta perigosa ao lado da área, obrigando Stekelenburg a espalmar para escanteio.

Enquanto isso, nas arquibancadas do Weser-Stadion...
Apostamos que estas batatas fritas estavam melhores que o jogo
O grande destaque da primeira etapa,realmente foi o goleiro Maarten Stekeleburg, que justificou sua contratação com ótimas defesas. Na cobrança do escanteio, o zagueiro Sebastian Prödl subiu para cabecear, para extraordinária defesa do goleiro white.

E durante toda a primeira etapa, o Werder Bremen seguiu pressionando o Fulham, que parecia um time sem reação e com pouca força ofensiva. Aos 29 minutos de jogo, um lance preocupante: Alex Kacaniklic sentiu uma lesão, tendo que ser substituído por Mesca.

Apesar da lesão de Kaca, a entrada do jovem winger português deu um pouco mais de velocidade ao ataque cottager. Juntamente com Dimitar Berbatov, Mesca conseguiu algumas poucas chances, mas o dia realmente não era dos cottagers. 

E, ao final do primeiro tempo de jogo, o Fulham conseguiu resistir à pressão alemã, indo para o intervalo com o placar ainda em 0 a 0. Após a péssima primeira etapa, esperava-se alguma mudança no time para o segundo tempo.

Nils Petersen abriu o placar na segunda etapa
Na volta do intervalo, Martin Jol tentou mudar o time, substituindo Dejagah pelo experiente Damien Duff. No entanto, o winger irlandês, pouco conseguiria fazer durante a segunda etapa.
 
Aos 55 minutos de jogo, veio o inesperado: o capitão Brede Hangeland tinha a bola dominada na defesa e, ao tentar um arriscado passe para Amorebieta, entregou a bola de graça para o atacante Nils Petersen dividir com Stekelenburg e chutar para o fundo das redes, 1 a 0.
 
O Fulham até tentou uma reação, criando algumas chances com Berbatov e Mesca, mas parou na forte defesa do Werder Bremen. O time alemão, por sua vez, demonstrava um bom futebol e chegava com algum perigo ao gol defendido por Stekelenburg.
Martin Jol mudou o time diversas vezes, durante a segunda etapa de jogo, mas pouco adiantou em termos de resultado. E no apito final, o Fulham saiu derrotado por 1 a 0.
O Fulham agora fará um período de treinamentos na Áustria, visando o amistoso contra Real Bétis, que será realizado na próxima segunda-feira, em Craven Cottage.
Werder Bremen: Mielitz; Gebre Selassie (Hartherz 71'), Fritz (Ignjovski 71'); Ekici (Stevanovic 71'); Caldirola (Lukimya 71'), Prödl (Pavlovic 71'); Junuzovic (Yildirim 71'); Makiadi (Kroos 71'); Petersen (Füllkrug 71'); Hunt (Arnautovic 71'), Elia (Aycicek 71').

Fulham: Stekelenburg; Riether, Richardson (Briggs 84'); Derek Boateng (Karagounis 60'); Hangeland, Amorebieta (Hughes 67'); Dejagah (Duff 45'), Sidwell (David 84'); Berbatov (Rodallega 72'); Ruiz (Kasami 72'); Kacaniklic (Mesca 29').
Confira no vídeo abaixo os melhores momentos de Werder Bremen 1-0 Fulham:



COME ON YOU WHITES!