Atuação patética e humilhação diante do Reading: 4 a 2

Robson-Kanu (19) marcou dois gols para o Reading
Numa das atuações mais fracas do Fulham em muito tempo, o time cottager levou 4 a 2 do rebaixado Reading, em pleno Craven Cottage, e manteve acesso o sinal de alerta contra o rebaixamento. Há seis rodadas sem ganhar, o time de Martin Jol estacionou nos 40 pontos, cinco a mais que o Wigan, primeiro time dentro da zona de queda. Faltam agora dois jogos.

Também foi uma das atuações mais lamentáveis de John Arne Riise pelos Cottagers. O lateral norueguês cometeu pênalti logo aos 11 minutos e viu Robson-Kanu abrir o placar para os Royals, rebaixados antecipadamente com o 0 a 0 contra o QPR - que também caiu -, na rodada passada.
Rodallega tenta bicicleta, mas...

Se o primeiro tempo foi ruim, o segundo conseguiu ser ainda pior. O Fulham chegou a ver os visitantes terem 80% de posse de bola nos primeiros dez minutos. Tanto que, com um minuto, Schwarzer fez milagre em chute cara a cara com Karacan. Seis minutos mais tarde, foi a vez de Pogrebnyak perder chance incrível, dividindo com o goleiro dos londrinos.

Tamanha pressão resultaria em um gol cedo ou tarde. E ele veio aos 17 minutos: após contra-ataque, a defesa white esqueceu de Robson-Kanu, que pegou a bola na direita da área, driblou o marcador e chutou forte, de canhota, no canto direito do gol.

Aos 25, o Fulham voltou ao jogo com um gol de Ruiz, que tabelou com Rodallega e, de direita, descontou o placar. Porém, não era o dia. Cinco minutos depois, Le Fondre recebeu lançamento, superou a marcação de Richardson, driblou Schwarzer e fez 3 a 1. No minuto seguinte, mais uma reação white: Kacaniklic cruzou na cabeça de Ruiz, que, mais uma vez, diminuiu.

O empate por pouco não veio aos 34, mas um chutaço de Rodallega explodiu no travessão. A resposta do Reading veio com gol, aos 38. Depois de bate-rebate na área, a bola sobrou para Karacan, de primeira, fuzilar Schwarzer e anotar 4 a 2.

Nos minutos finais, o Fulham até pressionou, mas faltou pontaria e sorte. Com isso, a quarta derrota consecutiva, o sexto jogo sem vencer e a queda para o 12° lugar foram consumados.

Com cinco pontos a mais que o primeiro rebaixado, o time de Martin Jol segue com algum risco de queda. Na próxima rodada, mais uma chance de se livrar de vez: o adversário é o Liverpool, mais uma vez em Londres. Na jornada final, está reservada uma visita ao Swansea.

Fulham: Schwarzer, Riether, Senderos, Hangeland, Riise (Richardson), Karagounis (Rodallega), Enoh, Emanuelson, Duff (Kacaniklic), Ruiz e Berbatov.
Reading: McCarthy, Gunter, Mariappa, Morrison, Kelly, Karacan, McAnuff (Blackman), Guthrie, McCleary, Robson-Kanu (Carrico) e Pogrebnyak (Le Fondre).