Ainda bem que acaba semana que vem...

Sturridge: hat-trick em Craven Cottage
A sensação neste fim de temporada para o torcedor do Fulham é a de que é preciso agradecer o fato de a Premier League ter 38 rodadas. Tivesse mais duas ou três e o time fatalmente chegaria ainda mais perto de retornar à segunda divisão. Com um futebol abaixo da crítica, os comandos de Martin Jol levaram 3 a 1 do Liverpool, chegaram ao sétimo jogo sem vitória, ao quinto seguido com derrota e ao 15° posto na tabela.


O jogo deste domingo, decididamente, terminou em lucro para os Whites. Os Reds criaram chances para golear, mas acharam em Mark Schwarzer uma barreira que negou diversos gols ao time visitante.

Apesar de todo este cenário desgraçado, foi o Fulham quem abriu o placar. Aos 32 minutos, Riether foi à linha de fundo e cruzou na cabeça do artilheiro Berbatov: 1 a 0. Porém, a vantagem não durou nem cinco minutos. Antes disso, Sturridge começou seu show particular. O atacante inglês acabou com a coluna de Hughes com um drible desconcertante e mandou uma bomba para empatar.

Atacante superou fácil a zaga cottager
O segundo tempo foi verdadeiramente pavoroso para os fãs londrinos. Antes de levar o segundo gol, os Cottagers ainda pediram um pênalti no toque no braço de Lucas Leiva dentro da área. O árbitro mandou seguir e, minutos depois, o jogo começou a ser decidido para os visitantes.

O brasileiro Phillipe Countinho arriscou um chute, a bola saiu fraca, mas encontrou Sturridge no meio do caminho. Na pequnea área, o camisa 15 só cumprimentou: 2 a 1. Um minuto depois, mais uma vez Sturridge. Desta vez, roubou a bola de Hangeland e bateu para ótima defesa de Schwarzer.

Mais cinco minutos e o duelo se repetiu. Schwarzer, de novo, salvou em finalização de Sturridge. O Fulham teve apenas dois momentos de perigo para Pepe Reina: em ambos, o espanhol fez boas defesas em chute de Berbatov e cabeçada de Hughes. Afora isso, os Reds brincavam de errar gols.

Hora a trave salvava, hora Schwarzer, hora a má pontaria. Com tantas chegadas, o terceiro gol até tardou a vir, mas veio aos 40. A marcação deu bobeira e Coutinho tocou para Sturridge; o atacante deu um toque por cobertura e fechou o placar em 3 a 1.

Ao final, muitas vaias para o técnico Martin Jol, cada vez mais pressionado pela péssima temporada. Com 40 pontos - conquistados cinco rodadas atrás -, o Fulham só não cairá graças ao embate entre Wigan e Aston Villa na rodada final. Um deles fatalmente vai ser rebaixado.

Outro número que comprova a temporada fraquíssima é o de nove derrotas como mandante, superior aos oito revezes que teve em 2007/08, quando escapou da queda apenas graças ao saldo de gols. Tentando se despedir com honra desta EPL, os Whites visitarão o Swansea no próximo domingo.

Fulham: Schwarzer, Riether, Hughes, Senderos, Richardson (Emanuelson), Karagounis, Enoh, Kacaniklic (Petric), Duff, Ruiz e Berbatov.
Liverpool: Reina, Johnson, Coates, Carragher, Wisdom (J. Enrique), Lucas, Downing, Henderson, P. Coutinho (Coady), Shelvey (Borini) e Sturridge.

Confira os gols do jogo deste domingo aqui, direto do site da ESPN Brasil.