Schwarzer volta a brilhar e Fulham vence QPR

Berbatov (E): artilheiro cottager com 13 gols
Mesmo enfrentando um time na zona de rebaixamento, mesmo abrindo 3 a 0 no placar, mesmo jogando em casa... foi sofrido. O Fulham fez 3 a 2 no QPR, na última segunda, e se manteve num confortável 10° lugar na tabela da Premier League. Mark Schwarzer pegou seu terceiro pênalti na temporada, Steve Sidwell foi expulso e o time de Martin Jol contou com uma grande partida de Dmitar Berbatov para alcançar seu quinto jogo sem derrota.


O início de jogo aparentava muita facilidade para os Cottagers diante do rival londrino, que está no penúltimo lugar. Aos sete minutos, Dejagah foi derrubado na área por Samba. Pênalti que Berbatov cobrou com categoria para fazer 1 a 0. Estava fácil e aos 22 veio o segundo: o camisa 9 pegou a sobra de um erro - de novo - de Samba e só desviou de Julio César para ampliar. Foi o 13° gol de Berbatov na liga, faltando apenas seis para igular a marca de Clint Dempsey na temporada passada.

Mesmo administrando o placar, o Fulham chegava com facilidade e obteve seu terceiro gol aos 41. Hangeland, que estava apoiando o ataque, tocou de calcanhar para Riise, que cruzou e contou com desvio de Hill para construir o 3 a 0.

Tamanha facilidade gerou desconcentração no time da casa. E ela foi paga aos 44, quando Taarabt chutou rasteiro, na entrada da área, e descontou para os visitantes - numa jogada iniciada pelo ex-cottager Zamora.

A etapa final foi um verdadeiro sufoco. Tanto que, logo a dois minutos, Karagounis derrubou Taarabt na área: pênalti que Remy cobrou no canto esquerdo de Schwarzer, que voou e pegou. O australiano já havia pego penalidades contra Arsenal e Stoke.

Desespero de Zamora (E), festa de Karagounis
 Se Remy perdeu o pênalti, não perdeu uma chance cara a cara com o Aussie aos seis minutos. Mesmo um pouco à frente da linha de zaga, o francês recebeu e mandou uma bomba para deixar os visitantes ainda mais vivos no confronto.

Tudo ficou pior para os Whites com a expulsão, aos 34, de Sidwell, que deu um carrinho sem bola no meio-campo. Com o time todo recuado, o Fulham contou com Schwarzer e com a má pontaria do QPR para garantir os três pontos.

Com isso, os comandados de Martin Jol atingiram sua maior série invicta na temporada (cinco rodadas). Com 39 pontos, os Whites têm nove a mais que o Aston Villa, primeiro rebaixado hoje. No próximo domingo, o desafio é o perigoso Newcastle, fora de casa.

Fulham: Schwarzer, Riether, Senderos, Hangeland, Riise, Sidwell, Karagounis, Duff, Ruiz, Dejagah (Emanuelson) e Berbatov.
QPR: Julio César, Traoré (Mackie), Samba, Hill (Onuoha), Bosingwa, Taarabt (Hoilett), Jenas, Townsend, M'bie, Remy e Zamora.

Confira os gols e lances da partida aqui, direto do site TV Golo.